MidiaMAIS / Famosos

Gwyneth Paltrow é criticada por indicar jejum para combater coronavírus

A atriz Gwyneth Paltrow voltou a ser alvo de polêmicas ao afirmar que uma combinação de jejum e dieta combateriam o coronavírus

Carlos Yukio Publicado em 26/02/2021, às 07h48

None
Gwyneth Paltrow é criticada por indicar jejum para combater coronavírus

A atriz Gwyneth Paltrow voltou a ser alvo de polêmicas ao afirmar que uma combinação de jejum e dieta cetogênica à base de plantas a ajudou a vencer os sintomas do coronavírus, segundo o jornal Dailly Mail. Gwyneth revelou que procurou o conselho de um praticante de medicina alternativa, o Dr. Will Cole, que recomendou uma revisão da dieta. Cole lançou recentemente um novo livro sobre a dieta com jejum que a atriz endossa.

“‘Eu tive Covid-19 no início e me deixou com um pouco de fadiga de cauda longa e névoa cerebral. Em janeiro, fiz alguns testes que mostraram níveis realmente altos de inflamação em meu corpo”, disse a atriz.

O professor Stephen Powis, diretor médico nacional do NHS (serviço público de saúde inglês), disse ao jornal que os métodos alternativos sugeridos pela atriz não são soluções recomendadas para tratar a Covid e lamentou que ela esteja sofrendo os efeitos da doença.

“Desejamos-lhe tudo de bom, mas algumas das soluções que ela está recomendando realmente não são as soluções que recomendaríamos no NHS”, disse o médico.

Jornal Midiamax