MidiaMAIS / Famosos

Gusttavo Lima é acusado de plágio e pode perder fortuna de R$ 30 milhões

Gusttavo Lima é acusado de plágio e enfrenta processo milionário contra o compositor André Luiz Gonçalves da Silva.

Nathália Rabelo Publicado em 18/02/2021, às 17h41 - Atualizado às 18h18

None
Gusttavo Lima mostra foto de quando tinha 20 anos e impressiona

Acusado de roubar banda de Eduardo Costa, Gusttavo Lima enfrenta um processo milionário contra o compositor André Luiz Gonçalves da Silva, que acusa o sertanejo de plágio. A ação pode tirar fortuna de R$ 30 milhões do cantor.

De acordo com a coluna do Leo Dias, De Lucca, nome artístico do compositor, já havia pedido indenização de R$ 20 milhões à Gusttavo Lima em um processo que corre desde 2016, alegando ser o único compositor da música “Fora do Comum”. Ele também alega que o “Embaixador” teria furtado os créditos e se colocado como co-compositor.

O processo, que corre em segunda instância na Justiça, ganhou uma nova adição nesta semana. Segundo o programa Balanço Geral, De Lucca pede mais R$ 10 milhões de indenização por ter outro contrato com o sertanejo violado, no qual era combinado de Gusttavo lançar duas músicas escritas pelo compositor, mas lançou só uma.

O que diz Gusttavo Lima

No passado, a equipe de Gusttavo Lima alegou que ambos escreveram a música juntos e que De Lucca recebeu 50% dos lucros, referentes à sua “parte da composição”. No entanto De Lucca afirma que Gustavo usou os direitos da música de forma indevida e, ainda, ofereceu apenas R$ 50 mil para comprar seus direitos.

De Lucca e seu advogado revelam ter provas o suficiente para derrotar Gusttavo Lima e tirar os R$ 30 milhões do seu bolso. O processo agora corre para a terceira instância e, caso o cantor sertanejo seja sentenciado, pode perder uma grande parte de sua fortuna para o compositor.

Jornal Midiamax