Suposto namorado de Gugu desiste de brigar por herança do apresentador

A nova reviravolta no caso da família Liberato foi divulgada pelo site Notícias da TV

Thiago Salvático desistiu de brigar pela de , morto em novembro do ano passado, aos 60 anos. O empresário e chef de cozinha afirma que manteve um relacionamento amoroso por mais de oito anos com o apresentador e queria o reconhecimento da união estável dos dois.

A nova reviravolta foi divulgada pelo site Notícias da TV. Segundo a publicação, os advogados de Salvático protocolaram sua decisão de encerrar a disputa na sexta-feira (29), sendo o documento protocolado pelo juiz José Walter Chacon Cardoso e publicado nesta segunda-feira (1º).

“Thiago Borges Salvático, por seus advogados, nos autos da ação de reconhecimento de união estável post mortem movida contra João Augusto Di Matteo Liberato e outros, em curso perante juízo, vem respeitosamente à presença de V. Exa. desistir da presente demanda, por razão de foro íntimo”, diz o documento, segundo a publicação.

Salvático, que vive na Alemanha, falou pessoalmente sobre a relação que manteve com há algumas semanas, no programa Fantástico (Globo). Na ocasião, ele afirmou que “foi uma relação baseada em muito amor, cumplicidade e na comunhão de vidas que eu tenho muito orgulho de ter vivido”.

“Posso falar, com a tranquilidade de quem conviveu mais de oito anos com ele, que o maior sonho dele seria poder viver em um mundo sem preconceitos, sem julgamentos pela orientação sexual, em que as pessoas pudessem manifestar livremente o amor, sem sofrer qualquer tipo de consequência”, disse ele.A reportagem tentou contato com Salvático, mas ele ainda não respondeu.

Em nota enviada à coluna Léo Dias, do jornal Metropoles, ele afirmou que a desistência não significa que “abri mão do direito ao reconhecimento da união estável. No entanto, por razões de foro íntimo, prefiro não dar prosseguimento à ação neste momento”.

A família Liberato

Com isso, continua apenas a ação movida por Di Matteo, também pelo reconhecimento de sua união estável com e pela deixada por ele. O apresentador deixou seus bens divididos apenas entre seus três filhos, João Augusto e as gêmeas Marina e Sofia, e seus sobrinhos.A disputa judicial deu origem a uma série de desavenças entre Rose e a família de .

A mãe do apresentador, Maria do Céu, chegou a dizer que os Rose e nunca tiveram nada, mas que o apresentador dava a Rose tudo que ela queria. Ela também chegou a dizer que Rose estava destruindo a família com a disputa.Enquanto os advogados de apresentam fotos e documentos que comprovariam a união do casal, os representantes de também apresentam documentos e declarações que provariam o contrário.

De acordo com o advogado de Rose, ela e o apresentador tinham uma conta conjunta nos Estados Unidos e isso seria mais um fator que comprovaria a união estável pedida por ela. Rose pede na Justiça o direito a 50% da de . O caso segue em segredo.

Em março, uma psicóloga atestou que Rose estava sob tratamento com remédios que tinham como efeito colateral “perda significativa de memória” quando abriu mão da , em um primeiro momento. Segundo Vera Lúcia Gonçalves, ela apresentava quadro “delirante paranoico” e “não conseguiria juntar as ideias em decorrência de enorme estresse”.

Suposto namorado de Gugu desiste de brigar por herança do apresentador
Mais notícias