Mel Lisboa é criticada após comentário contra professora da filha

Atriz compartilhou conversa em grupo de aplicativo onde chamava a atenção da educadora sobre fala supostamente machista

A atriz Mel Lisboa virou o assunto mais comentado do na noite da última quarta-feira (1) por conta de uma polêmica que envolveu a professora da filha dela, Clarisse, de 7 anos.

Isso porque a professora da menina se referiu às mães e não citou a palavra “pais” no momento em que solicitava via WhatsApp que os responsáveis por cada ajudassem nas tarefas. Por conta da quarentena, as aulas têm sido online.

“Bom dia, mamães! Por gentileza, peçam as meninas que já deixem os cards na página 189 destacados antes da aula”, escreveu a professora. “Por que só as mamães? Papais também não podem ajudar?”, respondeu Mel na conversa que ela mesmo publicou. O pai de Clarisse é o músico Felipe Roseno que, segundo Mel, também estava no grupo.

A atriz achou que a fala da professora foi machista. “Claro que podem! É que neste grupo, na maioria das vezes, quem fala comigo são as mamães, por isso escrevi assim nas últimas vezes”, respondeu a professora.

https://www.instagram.com/p/CCI1BC8l0x1/

Mel repercutiu. “Mas o pai da Clarisse está no grupo, portanto seria interessante que você não se restringisse a se comunicar apenas com as mães, como se essas tarefas fossem uma obrigação apenas nossa. Acho que nós, como mulheres, deveríamos não continuar reproduzindo s que tanto afetam a sociedade como um todo. Só isso”, pontuou.

Depois disso, a professora pediu desculpas e reescreveu a mensagem. Com a exposição, Mel viu seu nome subir no e resolveu se explicar. Muita gente achou que, por mais que seja válido pontuar s, não era necessário expor a professora que tinha se referido às mães de forma carinhosa. Ela acabou apagando as postagens.

“Exclui o post polêmico. Entendi que deveria ter me dirigido a ela no privado. Concordo. Pedi desculpas, tanto no grupo, quanto no privado. Vivendo e aprendendo”, publicou Mel em seus stories.

Mel Lisboa é criticada após comentário contra professora da filha
Mais notícias