Marília Mendonça é acusada de transfobia em live e se posiciona

Cantora e equipe fizeram "piada" com ida de músico a boate LGBTQIA+ em Goiânia

A cantora virou o assunto mais comentado do Twitter no Brasil na madrugada desta segunda-feira (10) por um comentário durante a live que ela fez no sábado (8). A sertaneja foi acusada de transfobia após contar um ‘piada’ e rir de um amigo que teria ficado com uma mulher transexual em uma balda LGBTQIA+ em Goiânia. Após a repercussão do caso, Marília usou sua rede social para se desculpar nesta manhã.

“Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. não me justificarei”, declarou a cantora.

A polêmica teve início quando Marília contou a história de um de seus músicos, que teria ido a uma boate LGBTQIA+ em Goiânia. Então, a equipe da cantora já começou a rir, o que causou estranheza nas redes sociais. “Disse que lá foi o lugar em que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, falou ela.

Os músicos e Marília dão a entender que ficaram desconfiados de que a mulher seria transexual e o músico logo “se defende”: “Era mulher mesmo, porra”. As respostas da cantora e de sua equipe sobre a situação fizeram os internautas os acusarem de transfobia. Confira algumas das reações abaixo:

Marília Mendonça é acusada de transfobia em live e se posiciona
Mais notícias