Jornalista esportivo Ari Borges é vítima do coronavírus aos 63 anos

Arizão, como era chamado, já lutava contra um câncer no estômago

Morreu o jornalista esportivo Ari Borges, que durante anos se dedicou às reportagens sobre esportes no Brasil. Arizão, como era chamado, tinha 63 anos e lutava contra um câncer no estômago, antes de ser contaminado com o coronavírus.

O jornalista teve passagens pelo Estadão, além da Placar, da Editora Abril, e Folha de S.Paulo, antes de trabalhar em TVs como Bandeirantes, RecordTV, ESPN Brasil, e RedeTV!

Ari Borges foi diretor de esportes da RedeTV! e do programa Mariana Godoy Entrevista. Antes de ocupar cargos de direção, já se destacava nas reportagens. Foi na imprensa escrita que desenvolveu faro para as boas histórias.

Era visto pelos amigos como um profissional competente e de fácil sorriso e “trator” para trabalhar. Nas redes sociais teve o reconhecimento dos amigos, como da apresentadora Mariana Godoy. “Só alegria na foto. É assim que vou me lembrar de você”, escreveu.

Em seu perfil no , o superintendente da RedeTV!, Franz Vacek, lembrou a relação com Ari Borges. “Um cometa com energia incrível que alegrou a todos com a sua personalidade, cultura e inteligência”.

Jornalista esportivo Ari Borges é vítima do coronavírus aos 63 anos
Mais notícias