Bruna Marquezine relembra depressão e distúrbio de alimentar

Segundo Marquezine, fazer terapia foi essencial para ela conseguir superar a depressão

Em live na noite de segunda-feira (11), Bruna Marquezine falou sobre o período em que teve e distúrbios de imagem e de alimentação quando tinha 17 anos.

“Toda mulher se sente pressionada pela sociedade para estar em um padrão, ser assim, assado, e nunca está bom. Eu sofria muito com isso. Sempre me cobrei muito. Foi um momento difícil e delicado”, afirmou.

Em conversa com o jornalista Bruno Astuto, a atriz, que fez a sua primeira novela aos sete anos em “Mulheres Apaixonadas” (2003), disse que crescer diante do público contribuiu para ela desenvolver as doenças. “Crescer exposta faz com que você comece a condicionar o seu olhar. Todos os julgamentos tinham um peso muito grande. Isso era uma das causas da minha , que também tinha outras causas internas.”

Segundo Marquezine, fazer terapia foi essencial para ela conseguir superar a . “Me transformou, transformou a minha vida de verdade.” Ela afirmou só lamentar ter demorado a recorrer ao auxílio.”Eu falo que infelizmente recorri à terapia só quando a situação já estava feia. Mas, felizmente, eu recorri a ela”, disse.

A atriz complementou que a fé também foi muito importante para que ela pudesse se reerguer.”Acho que a gente tem que estar sempre cuidando desses pilares, o mental, o espiritual. Eu sou uma pessoa que se descuidar de qualquer um deles, eu rapidamente caio, eu fico vazia”, finalizou Bruna.

Bruna Marquezine relembra depressão e distúrbio de alimentar
Mais notícias