BBB 20: Ivy interrompe Babu sobre racismo: ‘Preto soa engraçado’

A modelo foi criticada após mais uma fala interpretada como racista pelos telespectadores durante um diálogo com os outros confinados

Após a saída de Felipe Prior, Babu aproveitou esta quarta-feira (1º) para se aproximar das meninas da casa. O ator conversou com as sisters na cozinha do VIP e deu uma verdadeira aula sobre racismo e as conotações ao redor das palavras “negro” e “preto”.

“‘Nigro’ quer dizer ‘inimigo’! Não tem nenhuma atribuição positiva a ‘negro’. O certo é ‘preto'”, afirmou com o apoio de Thelma, que revelou que era a única negra da faculdade onde se formou em medicina. No meio da explicação é possível ouvir Ivy ao fundo: “Preto pra mim soa ‘engraçado'”.

A fala da mineira foi ignorada por alguns e a médica ainda tentou: “É a cor!”. “Mas parece que é falta de respeito”, continuou a morena.

O ator seguiu: “Em nenhum lugar do mundo, alguém aceita ser chamado de ‘negro'”, falou dando o exemplo dos Estados Unidos, em que a palavra ‘nigger’ é considerada extremamente ofensiva. “Só no Brasil”, complementa Thelma.

O vídeo do momento repercutiu muito na web e Ivy foi altamente criticada e considera racista, mais uma vez, por tentar interromper a fala de Babu com essa declaração. Ainda, em conversa com outras confinadas, a modelo cogitou que as únicas opções para o próximo paredão eram justamente Babu e Thelma.

“Alguém cala a boca dessa Ivy pelo amor de Deus”, disparou uma seguidora nas redes sociais. “Babu dando uma aula sobre racismo e ela falando que preto soa engraçado. Tem que sair com mais de 90% de rejeição”, falou outro.

Outros casos

A participante do BBB20, que entrou na casa após ser votada na Casa de Vidro, foi acusada de preconceito racial por outra atitude desconfortável. Ivy questionou Gizelly e Pyong sobre um acessório em cima da bancada, no Quarto da Vila. “Quem que penteia o cabelo com um trem desse?”, questionou ao mostrar um pente garfo na mão.

Pyong explicou que o pente era do Babu Santana. “O Babu, gente. Só dá para fazer com esse o dele. Eu não sei [porquê], mas ele só usa esse aí”. A sister começou a rir da situação e, na sequência, Gizelly apontou: “É para não acabar com os cachinhos dele”. Através das redes sociais, o público pediu a expulsão da participante.

Além disso, a modelo é criticada corriqueiramente nas redes sociais, e até recebeu apelidos que a referenciam a personalidades nazistas, devido a comentários destinados aos participantes negros exaltando supostas agressividades não percebidas pelo público.

Há algumas semanas, a mineira afirmou que Babu tinha gritado de forma grosseira com Daniel, apesar do gaúcho ter ofendido o ator. “Tudo bem que o Daniel chamou ele de idiota, mas ele já veio gritando”.

Como denunciar e o que fazer em caso de preconceito

O racismo se faz presente em diferentes esferas da sociedade brasileira. Em tempos de intolerância, inúmeras são as denúncias noticiadas diariamente em todo o país. Por isso, se você sofreu, presenciou ou conhece alguém que tenha passado por isso, não hesite em fazer sua parte.

Racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89 e deve sempre ser denunciado, mas muitas vezes não sabemos o que fazer diante de uma situação como essa, nem como denunciar, e o caso acaba passando batido. A denúncia pode ser feita tanto pela internet pelo portal da Safernet, quanto em delegacias comuns e nas que prestam serviços direcionados a crimes raciais.

BBB 20: Ivy interrompe Babu sobre racismo: 'Preto soa engraçado'
Mais notícias