Autópsia de Naya Rivera confirma morte por afogamento acidental

Polícia esclareceu que o corpo da atriz foi identificado por meio da comparação dos dentes

Naya Rivera, conhecida por ter atuado em “Glee”, estava desaparecida desde a última quarta-feira (8) quando teve o corpo encontrado no Lago Piru , nos Estados Unidos, cinco dias depois. Na noite da última terça-feira (14), a polícia do Condado de Ventura, na Califórnia, divulgou os resultados da autópsia nas redes sociais e confirmou que a causa da morte foi um afogamento acidental.

No comunicado, a polícia esclareceu que o corpo de Naya foi identificado por meio da comparação dos dentes. Além disso, eles também explicam que realizaram uma autópsia completa e um raio-X para poder identificar o que causou a morte.

“Os resultados da autópsia confirmam um afogamento e a condição do corpo é consistente com o tempo que ela ficou submersa. Nenhum machucado ou doença foram identificados”, eles disseram. “Não há nenhuma evidência na investigação ou nos exames de que drogas ou álcool causaram a morte”, a polícia completou e disse que ainda será feito um exame toxicológico.

Naya saiu em um passeio de barco com o filho Josey, de quatro anos, quando desapareceu. O menino falou à polícia que a mãe deu um mergulho e não voltou mais. A polícia trabalha com a hipótese de que a atriz tenha conseguido salvar o menino, mas acabou se afogando no lago.

Autópsia de Naya Rivera confirma morte por afogamento acidental
Mais notícias