Publicidade

Supermodelo dos anos 80 vive em situação de rua em Barcelona

Nastasia Urbano conta ter perdido tudo por amor e hoje vive de esmolas

Famosa nos anos 80, a ex-supermodelo espanhola Nastasia Urbano, hoje com 57 anos, revelou ao jornal Daily Mail que mora nas ruas de Barcelona depois de ter perdido toda a sua fortuna por causa do ex-marido.

A ex-modelo foi capa da tradicional revista Vogue em 1981. Na época, de acordo com ela mesmo, chegava a ganhar uma fortuna. “Eu fiz todas as revistas, fui amada por todos. Recebi um milhão de dólares por ano por apenas 20 dias de trabalho, por três ou quatro anos”, revelou.

A supermodelo milionária também frequentava a alta sociedade e tinha como amigos pessoas influentes no mundo das artes. “Eu estava jantando um dia com Jack Nicholson, no dia seguinte com Andy Warhol [1928-1987]. Eu estava em festas”, disse.

“Eu quase fui no casamento de Madonna com Sean Penn porque o ator David Keith me convidou e eu era namorada dele. Mas no dia acordamos de ressaca e não conseguimos nos levantar”, completou.

Atualmente, ela revelou à publicação que dorme em agências bancárias, sofás de amigos e na rua. Já foi despejada de muitos locais por não ter como pagar aluguel. A vida começou a desmoronar depois que Nastasia teve seu dinheiro roubado por um homem com quem se relacionou e teve filhos. Ela, apaixonada, chegou a dar um carro importado para ele com apenas dois dias de união. Mais tarde, perdeu tudo.

“Eu quero viver, não apenas sobreviver. Estou cansada de ficar pedindo dinheiro. As pessoas à minha volta vão embora, todo mundo vai embora e não estou surpresa. Quero que meus filhos me vejam bem. Quero me recuperar como uma pessoa e que eles possam se orgulhar de mim”, finalizou.

A ex-companheira de passarela Ruth Schuler afirmou ao Daily Mail: “Fiquei em choque. Ninguém esperava isso. Estávamos vivendo em um nível de princesa, mas ela… ela vivia como uma deusa. Me lembro dela ser uma pessoa introvertida mas muito bela e generosa com os outros. Estamos nos reunindo para falarmos com ela, saber como está e do quê precisa”.

Mais notícias