Modelo e atriz Patrícia Araújo, de “Salve Jorge”, morre aos 37 anos

Atriz estava internada no Rio de Janeiro há 10 dias para tratar quadro de depressão

A modelo e atriz transexual Patrícia Araújo morreu no último sábado (6) no Rio, após passar dez dias internada. Ela tinha 37 anos e sofria de depressão. Patrícia ficou conhecida ao roubar a cena nos desfiles do Fashion Rio de 2009, quando desfilou pela grife Complexo B. No mesmo ano, ela já tinha sido eleita musa de um camarote da Marquês de Sapucaí.

Patrícia Araújo chegou a fazer participações em novelas e no cinema. Em “Salve Jorge”, ela deu vida a uma vítima do tráfico internacional de mulheres, que contracenou com grandes nomes como Nanda Costa, Rodrigo Lombardi, Dira Paes e Claudia Raia. Na telona, atuou ao lado de Lázaro Ramos no filme “O vendedor de sonhos”.

O estilista Beto Neves, da Complexo B, lamentou a morte da modelo e amiga em sua página no Facebook: “Há exatamente 10 anos ela apareceu na minha vida. Pessoa linda. Brilhou na passarela e sem querer me mostrou um pouco de como é difícil ser diferente. Sábado ela subiu, virou estrela”.

A ativista trans e estrela da internet, Luisa Marilac, lamentou a morte da amiga nas redes sociais na tarde desta segunda-feira (9). “Descanse em paz querida. Que Deus ilumine seus caminhos. Pelo que li, tava internada uns 10 dias em um quadro de depressão, temos que averiguar se foi isso. Mas triste. Tive oportunidade estar com ela algumas vezes na televisão ser humano maravilhoso”, escreveu Luisa.

Luisa Marilac recentemente lançou o livro ‘Eu, Travesti’, onde conta as dificuldades passadas em sua trajetória como mulher trans em meio a prostituição, drogas e procedimentos estéticos perigosos para alcançar os padrões desejados, além dos riscos disso para a saúde mental da mulher trans.

https://www.instagram.com/p/Bzqy2gthrlF/

Mais notícias