Publicidade

Ex-Lutador do UFC é morto após discussão com motorista de aplicativo

Rodrigo Monstro teria dado socos no autor antes de ser atropelado

O amapaense Rodrigo Goiana de Lima, conhecido como ‘Monstro’ no universo do MMA, morreu atropelado em um posto de combustíveis, na noite do último domingo (21), em Belém no Pará. Testemunhas contaram que o acidente foi provocado após uma discussão do lutador com um motorista de aplicativo.

Em conversa com o portal O Liberal, o aluno de Jiu-Jistu da vítima, Zezão Trator, contou que testemunhas apontaram para um atropelamento criminoso onde o principal suspeito é um motorista de aplicativo.
Ainda conforme o noticiário, Rodrigo Monstro teria agredido o condutor do carro que prestava serviços de aplicativo. Depois da discussão, a vítima foi surpreendida pelo motorista que o atropelou e em seguida fugiu.

Zezão contou que recebeu a notícia pela mãe da própria vítima. “A mãe do Michel (Trator), dona Socorro, que também é nossa mãe, ligou desesperada ontem à noite dizendo que tinha acontecido um acidente com o Rodrigo. Eu já estava pronto para dormir. Só coloquei uma roupa e fui ver o que tinha acontecido. Quando cheguei no lugar, vi tudo. Foi muito triste. A ficha ainda não caiu. Ele esteve em casa para falar de Jiu-Jitsu na sexta-feira”, exclamou ao portal O Liberal.

Aos 28 anos, Rodrigo Monstro chegou a ser tido promessa do MMA do norte do Brasil. Aos 23 anos, o competidor foi credenciado a lutar no UFC (Ultimate Fighting Championship) após ser consagrado campeão do Jungle Fight. O lutador colecionava um cartel de 9 vitórias e 3 derrotas no MMA. A última disputa foi em junho de 2018, uma vitória por finalização no Shooto Brasil.

Mais notícias