Estrela de Hollywood, Doris Day morre aos 97 anos

Atriz que participou de diversas comédias românticas de sucesso morreu em decorrência da pneumonia

Doris Mary Ann von Kappelhoff, conhecida como Doris Day, faleceu na manhã desta segunda-feira (13) aos 97 anos. A informação foi dada por sua fundação de proteção aos animais homônima em um comunicado oficial enviado à mídia americana. A atriz faleceu em sua residência na Califórnia, cercada por amigos e parentes.

“Ela estava com saúde física excelente para sua idade, até recentemente contrair um caso sério de pneumonia”, disse a fundação, que se prestava a uma das paixões de Day, ajudar na causa dos animais.

No cinema, seu primeiro sucesso foi em Romance em Alto-Mar de 1948, seguido por uma série de filmes financeiramente bem sucedidos, incluindo musicais, comédias e dramas. Day desempenhou o papel principal em Ardida como pimenta (1953) e estrelou O Homem Que Sabia Demais (1956) de Alfred Hitchcock com James Stewart.

Seus filmes mais conhecidos são as comédias Confidências à Meia-Noite (1959) e Eu, Ela e a Outra (1963), respectivamente. Depois de 1968, ela passou a estrelar na comédia da CBS The Doris Day Show (1968-73).

Entre seus prêmios, Day recebeu o Grammy Lifetime Achievement Award e um Legend Award da Society of Singers. Em 1960, foi nomeada para o Oscar de Melhor Atriz, e, em 1989, recebeu o Prêmio Cecil B. DeMille por sua contribuição ao mundo do entretenimento.

Em 2004, foi premiada com a Medalha Presidencial da Liberdade pelo Presidente George W. Bush, seguida em 2011 pelo Achievement Award da Los Angeles Film Critics Association.

Mais notícias