Em parceria com ONG de MS, DJ Alok inicia campanha para construção de vila em Sertão

Artista é atuante há mais de dois anos na Organização Humanitária Fraternidade sem Fronteiras

Atuante na ONG campo-grandense Fraternidade Sem Fronteiras há mais de 2 anos, DJ Alok esteve recentemente nas regiões do Sertão baiano e acabou engajado na ação que busca construir a “Vila da Esperança”. O espaço é uma idealização do projeto Retratos da Esperança e também engloba a criação do Centro de Acolhimento para receber os caravaneiros da Fraternidade.

O fotógrafo Bismark Araújo, idealizador do projeto Retratos da Esperança, registra situações de famílias em vulnerabilidade em várias regiões do Sertão do nordeste brasileiro. Através de ações como palestras onde são expostas fotografias e histórias de vida, que sensibilizam e transformam corações; mobiliza voluntários e doações para construção de casas.

Alok é conhecido por ser adepto aos projetos sociais. O artista divulgou e tem apoiado a criação da “Vila da Esperança” com 15 casas, dois poços artesianos e um Centro de Acolhimento com um espaço de atendimento, na comunidade do Rio do Vigário, em Canudos, Sertão da Bahia.

Fraternidade sem Fronteiras

Com sede em Campo Grande, a FSF incentiva a prática da fraternidade, sem restrições étnicas, geográficas ou religiosas, amparando prioritariamente crianças e jovens em situação de vulnerabilidade ou risco social.

Mais notícias