Denilson acusa Belo de dever R$ 5 milhões após processo judicial

''Causa ganha, agora é com ele'', disse o ex-jogador sobre suposto calote milionário

Denilson e Belo voltaram a travar uma discussão que já perdura há anos, desde que o ex-jogador comprou os direitos do Soweto. Na época, Belo, o então vocalista, pediu para sair da banda e foi processado por danos morais. Denilson entrou na justiça e venceu, mas até hoje, segundo ele, não foi indenizado.

“O caso do Soweto, que era lá no passado, a causa já está ganha, só estou esperando ele me pagar. Justiça já me deu causa ganha, agora é com ele. É ter responsabilidade e começar a me pagar”, alfinetou o comentarista da Band.

Em 2018, a Justiça determinou o bloqueio do cachê de um show de Belo para quitar a dívida de mais de R$ 4,7 milhões por quebra de contrato, como informa o portal UOL Esporte. Em novembro de 2017, Denilson havia mostrado insatisfação com o cantor por meio da internet. Após Belo publicar uma foto, o ex-craque de futebol comentou: “Só falta aprender a pagar quem ele deve”.

A defesa do artista teria argumentado, ainda, que Belo não tem fundos suficientes para pagar a indenização. Assim, a Justiça determinou que o cachê do próximo show do cantor será depositado em uma conta judicial.

Em entrevista ao ‘TV Fama’, o marido de Gracyanne Barbosa comentou o caso e rebateu as acusações. “O último caso foi um processo que ele me processou, enfim, a minha defesa era uma bíblia e a dele eram duas folhas, então assim, o juiz olhou e falou: ‘não tem como’”, disse ele

Mais notícias