Deborah Secco reforma apartamento em busca de conforto para família

A atriz pediu ajuda da Westwing para realizar desejo

A vontade de ter uma casa mais aconchegante e familiar, fez Déborah Secco mudar completamente seu apartamento, como divulgado à imprensa na última quarta-feria (4). Antes com uma rotina individualista, agora a atriz, uma das mais ilustres da Rede Globo atualmente, se adapta as necessidades da família, que conta com seus dois filhos.

Para facilitar na mudança, Deborah entrou em contato com a Westwing por meio do Instagram, e pediu para que visitassem sua casa. A partir daí a equipe de projetos da empresa foi até o Rio de Janeiro, e após conversarem sobre as inspirações da atriz, aceitaram transformar o lar por completo.

Déborah fez questão que cada cômodo ficasse com ar aconchegante. O objetivo é ficar confortável com a família, por toda a casa. Com quase 40 anos, a atriz comenta que o passar dos anos diminuiu sua ansiedade. “Entendi que não existe a necessidade de se chegar a algum lugar. A meta é viver a vida. E a minha definição de felicidade é estar com a minha família, na minha casa e comendo bem. É a melhor coisa do mundo.”

A empresa trabalhou em cima dos pedidos e garantiu que a casa não perdesse a sofisticação. Elementos naturais como madeira nos móveis; a palha natural das cadeiras da sala de jantar; os vasos de cerâmica, os cestos de palha de fibra e os adornos em forma de fauna e flora; foram escolhidos para harmonizar com o lifestyle carioca.

Com todos os ambientes repaginados, a família foi direto para o deck com vista para o mar. Deborah comenta que além da boa relação que cria com sua família, mantém seu relacionamento de forma saudável.  “Acredito que essa casa vá nos manter mais unidos. A minha família é meu porto seguro. Somos muito amigos e nos respeitamos Conseguimos viver de forma que os dois têm suas vidas privadas e  não nos cobramos. Ele gosta de mim como sou e eu gosto dele como ele é”.

Dos anos em que morou sozinha, Deborah Secco criou a rotina de fazer as refeições na cama, em frente a televisão. Com a chegada de Hugo, tudo mudou e ele trouxe o hábito de comer à mesa, com todos reunidos. “Eu só ia para sala quando tinha visita e nunca usava as louças que tinha”, conta ela. “Hoje, fazemos o máximo para jantarmos juntos, às seis e pouco, que é o horário da Maria. Faço a minha vida em cima da rotina dela.” Apaixonada por decoração e por receber, herdou o gosto da avó paterna, que cultivava o prazer de cuidar da casa.

Mais notícias