“Caneta Azul”: cachê de cantor dobra e chega a R$20 mil

A agenda do maranhense dono do hit chiclete, que ganhou as redes sociais no mês passado, está lotada até janeiro de 2020

O vigilante maranhense, e compositor amador, Manoel Gomes de 49 anos compôs a música “Caneta Azul” depois de ter perdido uma caneta azul com a sua letra inicial em outubro. O vídeo viralizou de forma absurda nas redes sociais e rendeu bons frutos ao cantor, que cobra R$20 mil por apresentação e tem agenda cheia até janeiro de 2020.

Segundo o colunista Leo Dias, assim que começou a ‘viralizar’ nas redes, Manoel cobrava 8 mil reais para se apresentar, mas toda a repercussão e a quantidade de pedidos de shows fez o cachê inflacionar. Menos de um mês depois, os valores giram entre 15 e 20 mil, mas a previsão é de que eles subam ainda mais, simplesmente porque está prevista uma participação do ‘Caneta Azul’ em uma ação da Mega da Virada, em rede nacional, nas próximas semanas.

Caneta viral, viral caneta

O vídeo original, publicado no dia 18 de outubro, já marca mais de 21 milhões de visualizações no Youtube. Afinal, quem nunca perdeu uma caneta, não é mesmo? E a tal caneta dele, garante que ainda não apareceu. Na segunda (28), ele foi até um cartório registrar a música, em Balsas (MA).

Os versos sobre a caneta perdida por ele viraram meme depois que famosos como Simaria (da dupla com Simone), Tirulipa e Wesley Safadão postaram vídeos cantando a música nas redes sociais. Teve até remix de Alok e cover feito pela cantora Marília Mendonça e Maiara e Maraísa!

“Eu ia para o colégio e perdi a caneta azul. Lá no colégio eu perdia uma, perdia outra, aí ninguém me deu a que tava meu registro nela. Eu não achei e, no outro dia, fiz a música”, disse Manoel à TV Mirante, afiliada da Globo no Maranhão. O vigilante conta que compõe desde os 15 anos e essa não é a primeira música que faz parte de seu repertório com mais de 20 músicas autorais.

Assista ao vídeo original abaixo:

Mais notícias