Caio Junqueira, o “Neto” de “Tropa de Elite”, morre 7 dias após acidente de carro

O ator morreu nesta quarta-feira (23), aos 42 anos

O ator Caio Junqueira morreu nesta quarta-feira (23), aos 42 anos, após ser vítima de um acidente de carro no Aterro do Flamengo, Zona Sul do Rio, na semana passada. O policial Neto do filme “Tropa de Elite” foi levado para o Hospital Miguel Couto onde passou por cirurgias durante a última terça-feira (22). A Secretaria de Saúde do Rio confirmou a morte nesta manhã.

Caio era filho do ator Fábio Junqueira (1956/2008) e irmão de Jonas Torres, conhecido como o Bacana da série “Armação ilimitada” (1985/1988). Aos 9 anos, Caio estreou a vida artística na série “Tamanho família” (1985/1986), da Rede Manchete.

O cinema também ocupou espaço de destaque na trajetória profissional de Caio. O ator atuou em grandes sucessos nacionais, entre eles “O que é isso companheiro” (1997), “Central do Brasil” (1998), “Abril despedaçado” (2001), “Zuzu Angel” (2006) e “Tropa de elite” (2007). As peças de teatro “Os justos” (2005) e “Hamlet” (2008) também estão no currículo de Caio.

Na quarta-feira passada (16), Caio dirigia sozinho pelo Aterro do Flamengo, em direção ao Centro da cidade, quando perdeu o controle do carro, que subiu o meio-fio, bateu numa árvore e capotou. Ele ficou presos às ferragens, teve fratura exposta em um dos braços. 

A imagem, de uma câmera de trânsito da Prefeitura do Rio e divulgado pelo jornal O Dia, capta o carro passando, aparentemente em alta velocidade, indo da direita para a esquerda, batendo no meio-fio em seguida. O veículo capotou depois.

Mais notícias