Luan Santana é boicotado por empresa de Wesley Safadão, diz equipe do sertanejo

Safadão não está mais no DVD de Luan

 

A produtora de Wesley Safadão está causando mal-estar entre o cantor e Luan Santana. Integrantes da equipe do sertanejo alegam que o artista está sendo boicotado no Nordeste pela empresa de Safadão, um dos destaques de festival musical no Rio, no qual dançou com Ivete Sangalo. Segundo a coluna "Retratos da Vida", do jornal "Extra", nesta terça-feira (15), a produtora é a responsável pela venda de shows de Luan naquela região, mas deixou de fora o intérprete de "Escreve Aí" de dois grandes eventos.

Esses festivais estão sendo organizados pela empresa de Safadão e vão ser realizados no verão em João Pessoa, na Paraíba, e em Porto de Galinhas, em Pernambuco. De acordo com a publicação, a suspeita de boicote aumenta porque Jorge e Mateus e Gusttavo Lima vão participar desses eventos. Uma fonte lembra que Wesley Safadão não está no mais recente DVD de Luan, "1977".

"Luan gravou uma participação no DVD do Safadão e não recebeu o carinho de volta. Teve gente da equipe de Wesley que comemorou quando ele levou mais gente que Luan, recentemente numa casa de shows em São Paulo", diz o informante. Embora não vá cantar nesses festivais, Luan tem shows agendados no Nordeste. Dia 10 de dezembro se apresenta em Fortaleza (Ceará) e no último dia do ano, canta no réveillon de Salvador (Bahia). A primeira apresentação de 2017 está marcada para Tamandaré (Pernambucano). Todos esses shows não foram vendidos pela produtora de Wesley Safadão, artista que investiu R$ 5 milhões para montar um estúdio em São Paulo.

O sertanejo não gostou nada de ter o seu nome citado em nota de duplo sentido no quadro "A Hora da Venenosa" do "Balanço Geral São Paulo" e no blog da jornalista Fabíola Reipert, do R7. Com isso, Luan passou a boicotar programas da Record, após ter participado do "Dança, Gatinho!" do "Hora do Faro" de Rodrigo Faro.

Mais notícias