MidiaMAIS / Famosos

Bailarina filha de paraguaios que tirou Obama para dançar ‘culpa’ sangue guarani

Mora Godoy quebrou o protocolo e dançou tango com o presidente

Guilherme Cavalcante Publicado em 24/03/2016, às 21h10

None
tango.jpg

Mora Godoy quebrou o protocolo e dançou tango com o presidente

"Somente quem tem sangue Guarani pode fazer o que fiz ontem", contou a bailarina argentina e filha de paraguaios Mora Godoy, que dançou um tango durante jantar em homenagem ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que visita a Argentina. Entretanto, Godoy quebrou o protocolo e convidou o presidente para a dança, causando espanto entre os presentes.

Passado o fato inusitado, Mora Godoy revelou que é filha de paraguaios e que considerou chamar Obama para danar seria um 'grand finale' para o jantar, oferecido pelo presidente portenho maurício Macri. "Meus pais e meus avós são paraguaios. Minha filha se chama Bianca Arami, o nome do meio é Guarani", disse.

O artista Argentina reconheceu que quebrar o protocolo pode não ter sido elegante, mas que foi divertido dançar com Obama. "Eu estava muito animada, feliz. Estou quase sem dormir porque a notícia saiu de manhã e não estou tendo mais sossego. Agora tem 20 chamadas em espera no celular", concluiu.

O tango dançado por Obama e Mora Godoy foi o clássico 'Por Una Cabeza', de Carlos Gardel. A primeira dama Michelle Obama também foi tirada para dançar pelo parceiro de Mora. Confira no vídeo abaixo ou clique AQUI.

Jornal Midiamax