Receita fácil de curau de milho tradicional para festas juninas

Confira como fazer a tradicional canjica para receber os convidados

Que tal preparar um doce tradicional de festas juninas para o próximo arraiá? Chamado no nordeste como canjica nordestina, o curau tem sua origem na união de duas receitas, o pudim europeu e uma bebida densa dos tupis, que antigamente era utilizada em rituais.

A festa junina brasileira é uma herança dos portugueses que vieram para cá no período colonial, mas sua origem é ainda mais antiga. Seus primórdios estão em festividades pagãs realizadas na Europa medieval com o objetivo de celebrar o solstício de verão (que acontece em junho no Hemisfério Norte) e pedir fartura para a colheita.

E se para os europeus o cereal mais importante era o trigo, em terras brasileiras esse título pertencia ao milho – e é por isso que os pratos que mais faziam sucesso eram aqueles preparados à base deste cereal, como a canjica, o mugunzá, o bolo de milho, o cuscuz etc.

O próprio nome em Tupi já define sua origem, “minga’u”. Com um modo de preparo muito simples, qualquer pessoa pode fazer. Este curau cremoso de copinho leva apenas 4 ingredientes, fica pronto em 1h e ainda rende 15 porções. Confira:

Ingredientes

8 espigas de milho verde cruas
4 xícaras (chá) de leite
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga

Modo de preparo

Retire os grãos das espigas com uma faca afiada.Bata no liquidificador com metade do leite até ficar homogêneo.Misture o restante do leite e passe por uma peneira, espremendo bem com uma colher.Coloque em uma panela e leve ao fogo baixo com o leite condensado e a manteiga, mexendo até engrossar levemente e formar um mingau.Distribua entre os copinhos decorados e entregue a sua encomenda.

Mais notícias