Receita de Risoto de calabresa defumada com mussarela

Quer inovar no sabor do risoto com o que tem aí em casa?

O risoto é um prato muito versátil, onde você pode inovar, criar e recriar com a combinação de vários sabores. A receita de risoto de calabresa defumada com queijo mussarela e parmesão é uma combinação de sabores que super agrada à maioria das pessoas, aliada a uma cremosidade irresistível que só o arroz arbóreo (arroz de risoto) consegue proporcionar!

O risoto mais famoso da Itália, “Risotto Aalla Milanese”, foi criado em Milão, no ano de 1574, pelas mãos do mestre Valério de Fiandra, responsável pelos vitrais da catedral Duomo di Milano.

Existem muitas lendas sobre as formas em que esse risoto foi criado. Uns dizem que o mestre Valério, por ciúmes da filha, deixou cair um pedaço de açafrão no risoto, durante os preparativos do casamento dela. Assim, sua intenção seria estragar o almoço da festa.

Outros acreditam que o mestre Valério usava o açafrão em seus vitrais para criar uma pigmentação amarelada, e num pequeno descuido, durante o intervalo para almoço, deixou cair um pouco de pigmento em sua comida, criando o risoto. O prato chegou ao Brasil em meados do século XIX, trazido por imigrantes italianos.

(Reprodução, TudoReceitas)

Ingredientes

  • 1 gomo de calabresa defumada
  • 1 xícara de arroz arbóreo
  • ¼ xícara de vinho branco seco
  • ½ cebola
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 150 quilogramas de mussarela em cubos
  • ½ xícara de parmesão fresco ralado
  • 1 litro de caldo de legumes

Modo de Fazer

Comece sempre um risoto pelo caldo. Prepare um caldo caseiro de legumes: junte 1 litro de água com tomate, cenoura, louro, cheiro verde, pimenta do reino em grãos e alho e deixe ferver. Quanto mais tempo o caldo ferver mais apurado ficará o sabor. O ideal é preparar o caldo com algumas horas de antecedência ou no dia anterior, deixando ferver por 1-2 horas.

Pique a calabresa em cubos pequenos e frite bem numa frigideira grande ou panela. Depois, acrescente a cebola picada e deixe murchar. Agora, acrescente o arroz arbóreo e refogue bem. Na sequência, adicione o vinho branco seco e mexa bem até evaporar por completo.

Vá acrescentando caldo de legumes aos poucos, ou seja, de concha em concha. Conforme o caldo do arroz durante o cozimento começar a secar, essa é a hora de acrescentar caldo novamente. Mexa o seu risoto sem parar, para liberar o amido do arroz e ficar bem cremoso. De preferência, misture em movimentos circulares.

Quando o arroz estiver cozido no ponto al dente, quando o arroz está cozido, mas ainda levemente durinho, desligue o fogo. Junte a manteiga e os queijos e mexa bem até que estes ingredientes se incorporem. Finalize com cheiro verde e sirva ainda quente.

Mais notícias