MidiaMAIS / Comportamento

Em período atípico da pandemia, cerimonialistas relatam cancelamentos, adiamentos e mudanças

Em meio à pandemia, a atuação dos cerimonialistas ficou comprometida. Sem a realização de eventos, ficaram sem poder exercer seu ganha-pão

Carlos Yukio Publicado em 30/03/2021, às 09h04 - Atualizado às 09h36

None
Em período atípico da pandemia, cerimonialistas relatam cancelamentos, adiamentos e mudanças

Em meio à pandemia, a atuação dos cerimonialistas ficou mais do que comprometida. Sem a realização de eventos para evitar aglomerações, os profissionais ficaram sem poder exercer seu ganha-pão. O setor de eventos, afinal, foi o mais afetado e ainda não mostra sinais de reação. Para tentar reverter a situação, muitos abordaram novas estratégias.

Em 2020 e 2021, muitos noivos, por exemplo, decidiram adiar ou até cancelar as festas de casamento. Uma vez decretadas as medidas de isolamento, sumiram do calendário todos os eventos. Mesmo que com a maioria das celebrações reagendadas para o segundo semestre ou para 2021, o impacto dificilmente será atenuado para o setor dos cerimonialistas.

“Nós fomos um dos setores mais afetados, economicamente falando. Tivemos muitos adiamentos, e alguns eventos reagendados novamente. Diante desse novo cenário, tive que me adaptar. Reformulei meu atendimento, para que mesmo de forma on-line, seja dinâmico e que o cliente consiga entender nossa essência’, explica a cerimonialista Karla Lyara.

Em período atípico da pandemia, cerimonialistas relatam cancelamentos, adiamentos e mudanças
(Reprodução, Anderson Vila Marques)

Mesmo não realizando eventos físicos, a profissional ressalta que o trabalho de administração interna continua, como verificar a disponibilidade de datas com todos os fornecedores, solicitar aditivos, enviar para ambos assinados. Além de também continuar auxiliando esses casais, de forma responsável e empática, para realizarem o sonho do casório com segurança.

“Nesse tempo, fizemos alguns micro casamentos, para pais e irmãos. Em parceria com vários fornecedores, realizei um evento para noivas drive in o ano passado. Alguns casamentos foram somente os noivos e transmitidos ao vivo para os convidados. No momento, estou estudando e preparando um novo produto on-line, que será lançado em breve”, relembra.

Karla também promoveu, juntamente com Sebrae, um encontro de todos os cerimonialistas de Campo Grande, para um treinamento das regras de biossegurança, para trabalharem de forma segura. Apesar disso, ela reitera que mesmo com as reinvenções, não está sendo fácil para o mercado, impossibilitado de realizar qualquer tipo de evento. “Não vejo a hora de sermos todos vacinados, de tudo isso passar e voltarmos a trabalhar com que tanto amamos e como era antes”, ressalta.

Em período atípico da pandemia, cerimonialistas relatam cancelamentos, adiamentos e mudanças
(Reprodução, Daamfotografia)

A cerimonialista Regina Maia ressalta que já está programando eventos para o pós-pandemia em 2022 e 2023. Atualmente, os casamentos são feitos com o mínimo possível de convidados. Mesmo assim a condição do trabalho se torna estressante por haver muitos adiamentos e cancelamentos por medo e incerteza dos noivos. A empresa de Regina se adaptou com reuniões online e muita conversa.

“O cenário em Campo Grande e MS está em um ponto trágico. Está muito triste e desesperador. Estávamos achando que tudo estava voltando ao normal e novamente nos vemos em um momento delicado. Muitas pessoas perdendo familiares e amigos próximos. Temos que ver com cautela tudo isso”, finaliza.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ler no MidiaMAIS? Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelo telefone (67) 99965-7898. Siga a gente no Instagram – @midiamax

Jornal Midiamax