Risco de golpes nas compras online aumenta na pandemia; saiba como se proteger

Nesta época do ano, quadrilhas costumam aplicar mais golpes.

Como nos anos anteriores, diversas pessoas deixaram suas compras de para última hora ou até para dias seguintes da data. Buscando promoções, comodidade e este ano, evitando sair de casa em razão da pandemia, muitas pessoas optam por fazer suas compras online. No entanto, com isso, aumentam as chances de ser vítima de golpes.

A Febrabran (Federação Brasileira de ) alertou para que os consumidores tomem cuidado ao realizarem compras neste final de ano. Pois nesta época, quadrilhas especializadas em aplicar golpes online se aproveitam da distração e pressa das pessoas em finalizar sua lista de presentes para roubar dados pessoas dos clientes.

O estudante Malcon Douglas Capellari Filho, de 21 anos, conta que hoje em dia compra mais coisas pela internet do que presencialmente, por compensar bem mais financeiramente. Para evitar golpes, da preferência para sites conhecidos e confiáveis. “Nunca compro de sites que não conheço” afirma o estudante.

Assim como Malcon, a estudante Larissa Bonfim, de 22 anos, diz que já está habituada a comprar pela internet desde de seus 18 anos. Costuma comprar suas maquiagens e cosméticos sempre online, por já conhecer o produto e saber que dá certo e também acaba comprando mais pela internet do que presencialmente.

Também afirma está sempre atenta para não cair em golpes “Compro em sites que tenho certeza que são seguros, vejo indicações de pessoas que já compraram e deu tudo certo”.

Os dois estudantes não gostam de comprar roupas pela internet. Mesmo dando preferência para compras onlines, ainda não conseguiram se desprender dos provadores e para essas compras, continuam no modo mais tradicional.

Se proteja dos golpes

Pensando em como as pessoas podem fazer suas compras pela internet com mais segurança, reunimos algumas dicas com um especialista de TI (Tecnologia da Informação), Gilson Mendes.

Para as redes sociais, como é um local de compra que vem crescendo muito, o especialista explica que não há nenhum certificado e selo de segurança. No entanto, a resposta do público continua sendo uma boa forma de checagem. Olhar os comentários é algo extremamente importante na hora da compra, pois a opinião do cliente é um dos melhores pontos de avaliação.

Já para os sites, existem algumas formas para ver se o site é seguro mesmo, para isso, Gilson fez um vídeo para nos mostrar em imagens, quais os métodos simples, mas que te trarão mais segurança nas compras pela internet. Mas também lembrou que as pessoas não devem esquecer de checar a ferramenta “Reclame aqui”, pois assim como as redes sociais, os comentários mostram a confiança que o site está passando para seu cliente.

Confira o vídeo com dicas para saber quando um site é seguro

Risco de golpes nas compras online aumenta na pandemia; saiba como se proteger
Mais notícias