Após 8 meses, Feira Afro de MS terá 20ª edição de forma presencial

O retorno neste sábado (21) coincidiu com a Campanha Novembro Negro, em razão do Dia da Consciência Negra

Após 8 meses desde o último encontro presencial, a Feira Afro de MS fará a primeira edição presencial após a quarentena neste sábado (21). A Feira, que tem realização do Coletivo de Mulheres Negras “Raimunda Luzia de Brito” – CMNEGRAS/MS, terá a 20ª edição retornando coincidentemente na Campanha do Novembro Negro. No encontro, que tem início às 14 horas, haverá gastronomia, moda, , arte, música e muito mais.

A Feira Afro de MS teve início em 2017 na Praça dos Imigrantes, e também teve participação em espaços de exposição em outros projetos tais como: Mãos que Criam, eventos no espaço da cidade do , Feira da Solidariedade, festivais América do Sul-Corumbá, , e neste ano antes de pandemia, foi no mês da mulher, no evento mulheres do Axé, último evento presencial há 8 meses. Em meio a quarentena, ainda foram realizadas feiras online.

Após 8 meses, Feira Afro de MS terá 20ª edição de forma presencial
(Divulgação, CMNEGRAS/MS)

A idealizadora do evento, a subsecretária de políticas públicas para a promoção da igualdade racial Ana José Alves, afirma que a feira foi criada para trazer a cultura negra e o empreendedorismo negro ao centro, além de trabalhar os valores da ancestralidade e pertencimento dos afrodescendentes. O objetivo do evento é atingir principalmente a população negra, movimentos negros, povos de matriz africana, comunidades quilombolas e ciganos, o evento também é aberto para o público geral que deseja conhecer a cultura.

“A Feira Afro é Cultura e acontece de forma trimestral ou quadrimestral. Iniciamos com 4 edições por ano que foram aumentando com os convites que recebemos. Ela é itinerante e já participamos em outras cidades como Bonito e Corumbá. Pessoas não-negras podem participar da feira, desde que tenham trabalhos voltados para a cultura negra, porque a feira é cultural e busca potencializar a cultura afro-brasileira”, explica Ana José.

Durante o evento será possível provar a culinária africana, conhecer peças do vestuário étnico e aproveitar músicas ao vivo. A Feira Afro de MS contará com todos os protocolos e orientações de biossegurança contra o coronavírus, portanto é necessária a utilização de . O evento tem apoio da SUBSRACIAL, PMCG, SECTUR, IBISS-CO, CMDN-CG, Ed e Cris, Furnas do Dionísio e Terreiro Ilê Asè Egbé Ofaromin.

Serviço

20ª Feira Afro de MS
Quando: Sábado (21), das 14h às 20h
Onde: Praça João Siufi – R. , 3053 – Jardim Autonomista
Quanto: Gratuito

Após 8 meses, Feira Afro de MS terá 20ª edição de forma presencial
Mais notícias