5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo

Uma a três xícaras é a dose recomendada por dia por pesquisadores

A quarentena, e consequente isolamento, pode fazer com que percamos a noção do tempo e mudemos drasticamente a rotina. O sono não está em dia, você já acorda cansado e só uma xícara de café não é suficiente para te deixar disposto. Mas cuidado, o consumo exagerado de cafeína pode trazer efeitos assustadores para o corpo.

O perigo do café está principalmente na cafeína, que, se ingerida em excesso, pode ser fatal. Assim como algumas drogas ilícitas perigosas, a cafeína presente no café também pode causar overdose.

Já foram registrados casos em várias partes do mundo de morte em decorrência do excesso de cafeína no corpo. Estudos indicam que uma concentração de 50 miligramas por ml de sangue pode ser suficiente para matar uma pessoa.

5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo

” A cafeína que promove essa “energia” também é encontrada em chás escuros como chá preto, chá verde e no guaraná, porém excesso de café ao longo do dia também pode desencadear reações negativas como aumento da pressão arterial devido a vasoconstrição podendo levar a uma arritmia, além do excesso ser um principais motivos que leva a uma piora no sono levando a insônia”, explica a nutricionista Juliana Rodrigues.

Vale destacar que atingir esses níveis dessa substância tomando café é bastante difícil, uma vez que uma xícara comum dessa bebida contém, em média, 260 mg de cafeína. Entretanto, devemos ser cautelosos, porque não é apenas o café que apresenta cafeína. Outros alimentos como chocolates, refrigerantes e chás também contém doses da substância.

Risco para os ossos

O consumo de até 400 mg por dia para adultos parece não aumentar os riscos de fraturas ósseas. Um levantamento da publicação científica Food and Chemical Toxicology encontrou indícios de que o risco é maior para mulheres: as que consumiam 190 mg por dia tinham um risco de 2% de sofrer fraturas. Consumo de oito xícaras por dia aumentavam em 54% as chances.

Outro estudo relatou um aumento modesto no risco de fraturas por osteoporose em mulheres que não consumiam muito cálcio. Como algumas pesquisas sugerem riscos de osteoporose para a ingestão entre 200 e 400 mg por dia de cafeína, outros estudos confirmatórios são necessários.

Risco cardiovascular

5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo

O consumo de até 400 mg por dia para adultos parece não ter efeitos adversos significativos. A ingestão de cafeína, mesmo abaixo do limite diário, ocasiona um leve aumento da pressão arterial. Entretanto, como é um aumento de pequena magnitude, é difícil medir se ele teria repercussões negativas para a saúde.

Dores de cabeça

5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo

Um estudo da publicação científica Food and Chemical Toxicology apontou que consumos elevados de cafeína (mais que 540 mg por dia) estão associados ao aumento significativo de dores de cabeça, inclusive, enxaqueca. Outro estudo encontrou um possível aumento mesmo em níveis menores de ingestão de cafeína: entre 240 e 400 mg por dia.

Cansaço

5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo

O efeito estimulante da cafeína sobre o sistema nervoso central explica por que ela ajuda a diminuir a fadiga a curto prazo. Doses maiores, por um período prolongado, podem afetar o sono e aumentar a sensação de cansaço. Um estudo do agência de epidemiologia dos Estados Unidos concluiu que soldados que consumiam 240 mg de café por dia experimentaram mais sensação de cansaço ao longo do dia do que os que não bebiam nada de cafeína.

Sono

5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo

Onze de 15 estudos da Food and Chemical Toxicology concluíram que a ingestão diária de 400 mg de cafeína por dia interferiram em algum aspecto do sono, como qualidade e tempo para pegar no sono. Doses maiores, de 1.200 mg por dia (três vezes o máximo recomendável), por sete dias, podiam induzir sintomas de insônia em pessoas saudáveis.

Diante do exposto, fica claro que, como qualquer alimento ou bebida, o café deve ser consumido com moderação. O consumo até 150ml de café por dia não demonstra trazer malefícios à saúde se uma pessoa saudável, explica a nutricionista Juliana Rodrigues.

Entre os benefícios do café de forma moderada relatados na literatura, podemos citar: redução de até 80% do risco de desenvolver Mal de Parkinson; redução das crises de asma; inibição da formação de cárie dentária; fonte de antioxidante; melhora das funções cognitivas, auxiliando, assim, nas atividades intelectuais.

5 riscos que o café em excesso pode trazer ao organismo
Mais notícias