UCDB outorga título de Dr. Honoris Causa a cinco personalidades

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) outorga, nesta sexta-feira (23), o título de Doutor Honoris Causa a cinco personalidades que se destacaram pelas relevantes contribuições feitas em diferentes áreas da sociedade brasileira. A honraria será concedida em sessão solene promovida pelo Conselho Universitário (Consu) da Instituição, às 19h, no anfiteatro do bloco A, no campus Tamandaré.

Foto: Divulgação

Três personalidades homenageadas realizaram trabalhos relevantes na área da Educação: Pe. José Marinoni, que esteve à frente da Reitoria da UCDB durante 22 anos; professora Conceição Aparecida Galves Butera, que trabalhou na Católica por 41 anos, onde exerceu a docência e também atuou como Pró-Reitora de Graduação; e o sacerdote salesiano Pe. Ángel Adolfo Sánchez y Sánchez (in memoriam) que ficou à frente da direção geral das Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso (Fucmt) por seis anos, além de atuar no campo do ensino por mais de 15 anos.

Já na área de Direitos Humanos, a outorga do título será concedida à Ir. Silvia Vecellio Sai, diretora do Hospital São Julião — centro de referência para tratamento de hanseníase na América Latina — e membro Inspetoria Imaculada Auxiliadora (IIA). Outro homenageado é o artista plástico Humberto Espíndola. Com mais de 50 anos de carreira, ele é destaque em Desenvolvimento Local por voltar-se à temáticas regionais a partir de obras inspiradas na bovinocultura. Humberto também fundou em Campo Grande, em 1967, a Associação Mato-Grossense de Arte.

“O reconhecimento e a concessão do título doutor Honoris Causa que uma Universidade propõe é o reconhecimento do trabalho de pessoas que efetivamente contribuíram de alguma maneira com o conhecimento e a sociedade. A honraria demonstra que a UCDB é grata a todos eles e, acima de tudo, faz com que outras pessoas continuem trabalhando pelo bem da educação, da sociedade e pelos direitos humanos”, destacou o Reitor da UCDB, Pe. Ricardo Carlos.

Mais notícias