Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Através do Tinder, eles se conheceram, namoraram, noivaram e casaram em 3 meses

Três meses depois da gestora de Recursos Humanos, Maiara Luiz, 31 anos, ter feito uma oração e pedido um marido a Deus, ela conheceu o empresário Jefferson Dutra de Menezes, 37 anos, que seria seu futuro marido. O amor da vida dela veio através do Tinder – aplicativo de relacionamentos – e em três meses, eles se conheceram, namoraram, noivaram e foram morar juntos.

Isso parece que ficou atropelado e confuso, não é?! Mas foi bem assim mesmo que o romance engatou e deslanchou, com um amor avassalador e apressado, mas que em janeiro deste ano levou o casal ao altar para dizer o “sim” que eles tanto sonhavam na vida.

Tudo começou em outubro de 2016, quando Maiara foi a Israel e, diante do Muro das Lamentações, pediu a Deus que encontrasse logo “a tampa da panela dela”. E não é que o ”Cara lá de cima” ouviu a prece e deu aval ao cupido para usar a tecnologia dos tempos modernos e, assim, promover o encontro dos dois?! O resultado? “Deu match“!

“No dia 03/01/2017, numa terça-feira, eu curti ele no Tinder e ele já havia me curtido. Aí, iniciamos um bate papo era umas 18h, e passamos a noite toda conversando”, conta Maiara. E primeiro encontro foi no mesmo dia, ou melhor, na madrugada. 

Do primeiro beijo em diante, tudo aconteceu a galopes, mas também de maneira muito natural. “No dia 17/01, ele me pediu em namoro. No dia 26/2, ficamos noivos. Com três meses juntos, ele foi morar comigo”, relembra Maiara.

Loucura? Muitas pessoas questionaram isso… “Mas foi uma loucura que deu certo. Estamos juntos desde janeiro de 2017, nunca mais nos largamos, já conquistamos muitas coisas juntos, inclusive somos sócios uma empresa de acessórios em couro e esse ano nos casamos em uma cerimônia íntima, apenas com os familiares e amigos, e acabamos de retornar da nossa viagem de Lua de Mel”, conta Maiara.

O casal foi para Grécia e para Israel, relembrar como e onde, na verdade, tudo começou. “Creio que o Tinder foi apenas um atalho para a realização do meu pedido a Deus”, diz ela.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...