Documentário aborda problemática das crianças indígenas kaiowá e guarani em Dourados

"Negligência de Quem?", da Le Monde Diplomatique Brasil, estreou nesta terça-feira (24) no Youtube

O jornal independente Le Monde Diplomatique Brasil e a Muzungu Producciones estrearam nesta terça-feira (24) o filme documentário “Negligência de Quem?” para abordar a problemática de crianças indígenas kaiowá e guarani em situação de acolhimento institucional em Dourados – MS. Um dos temas do filme dirigido por Joana Moncau é a o drama e choque cultural vivido por algumas mães que tiveram seus filhos levados a esses abrigos.

Os documentaristas Joana Moncau e Spensy Pimentel acertam ao propor como ponto de partida a indagação: “Negligência, de quem?”. Embora exista uma variedade de explicações para a motivação de cada caso de institucionalização de crianças indígenas, a maioria aponta para a insuficiência do Estado em oferecer respostas aos problemas sociais denunciados pelos Kaiowá e Guarani.

Nos anos 2000, ganharam destaque nacional na imprensa as denúncias sobre mortes de crianças indígenas por desnutrição em . O estado concentrou, por volta de 2004/2005, um alto índice de registros de mortalidade infantil, o que foi objeto de investigação de duas Comissões Parlamentares de Inquérito.

O Estado brasileiro, ao liberar as terras kaiowá e guarani para as frentes de colonização, no século passado, confinou esses povos em oito reservas indígenas espalhadas pelos municípios do Sul de . A interferência trouxe mudanças no dia a dia dos indígenas na aldeia e relações parentais desse povo retratas no documentário que você assiste na íntegra abaixo:

Ainda nesta terça-feira (24), acontece debate à respeito do filme documentário no canal no Youtube do Diplomatique, às 17h. A mediação será feita por Spensy Pimentel, antropólogo e jornalista.

Participam do debate: Janete Alegre, liderança indígena e integrante da Kuñangue Aty Guasu – Grande Assembleia das Mulheres Kaiowa e Guarani; Marco Antonio Delfino de Almeida, procurador do Ministério Público Federal () em Dourados (MS); Silvana Jesus do Nascimento, antropóloga sul-mato-grossense, doutora pela Federal do ; Neyla Ferreira Mendes, defensora pública e Coordenadora do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Povos s e de Igualdade Racial e Étnica – NUPIIR.

Sinopse: “Negligência, de quem?” mostra os choques culturais envolvidos na retirada de crianças indígenas das aldeias de Dourados pelos serviços de acolhimento, muitas vezes, sob a justificativa de “negligência” dos pais, ou seja, por uma suposta falta de “cuidado”. O filme retrata e discute os efeitos devastadores desse processo nas vidas de quatro mães indígenas cujos filhos foram levados a abrigos urbanos.

Ficha Técnica
Realização: Muzungu Producciones
Apoio: Le Monde Diplomatique Brasil
Direção: Joana Moncau
Consultores: Ruth Gomes e Spensy Pimentel
Argumento e assistente de roteiro: Spensy Pimentel
Câmera, roteiro, montagem e finalização: Joana Moncau

Documentário aborda problemática das crianças indígenas kaiowá e guarani em Dourados
Mais notícias