Cansados de reclamar: Avenida Júlio de Castilho vira meme dos internautas

Local já foi palco de inúmeras matérias sobre desrespeito e falta de sinalização

Vencidos pelo cansaço, quem usa a Avenida Júlio de Castilho, em Campo Grande, já parou de reclamar dos inúmeros problemas da via e começou a fazer meme nas redes sociais. Nesta semana, o alvo das brincadeiras foi a falta de retorno no local, que acaba provocando uma enxurrada de imprudências no trânsito e colocando a vida de pedestres e motoristas em risco.

A Avenida já foi palco de diversas matérias do Jornal Midiamax. No final do ano passado, a reportagem flagrou motoristas que insistiam em estacionar em horário proibido na rua. Considerada uma avenida estreita, com apenas duas faixas cada lado e sem vagas de estacionamento, os condutores são proibidos de estacionar em horários específicos desde maio de 2014.

Mesmo com a revitalização, que durou dois anos, o desrespeito e a sinalização escassa ainda preocupam os usuários da Avenida. Muitos “apressadinhos” fazem conversões em locais proibidos e não se intimidam com o alto fluxo de pedestres na região.

Revitalização

As multas começaram a ser válidas desde que a avenida passou por revitalização em 2011 e terminou em 2013. Na época, foram executados 13,6 km de calçadas com piso tátil; instalados 38 abrigos de ônibus; refeito o pavimento da via em toda a sua extensão (6,8 km); implantados 3,3 km de drenagem e recuperados 9,7 quilômetros de vias que servirão de alça. Foi feito o realinhamento do eixo da via; criação do canteiro central e nova iluminação pública.

Além disso foram instalados 18 semáforos na esquina da Júlio de Castilho com os seguintes locais:Terminal Júlio de Castilho; ruas Tupinambás, Ricardo Franco, Presidente Vargas, Otávio Mangabeira, Nicola Vitcow, Miranda, Maria Splenger, Manoel Ferreira, Leônidas de Matos/Nioaque, Itatiaia/Arisoli Ribeiro, rua dos Andradas/Crisântemos, Dolores, Brasil Central/Guaratinga, Aero Clube, Avenida Tamandaré/Bartolomeu Dias e Capibaribe/Tordesilhas.