MidiaMAIS

Você já fez? Análise de coloração pessoal destaca beleza e ganha espaço em Campo Grande

A análise de coloração pessoal reúne técnicas e estudos para determinar quais cores destacam as melhores características das pessoas.

Nathália Rabelo Publicado em 26/02/2021, às 18h09 - Atualizado às 18h57

Análise de coloração pessoal transforma vidas (Foto: Arquivo Pessoal)
Análise de coloração pessoal transforma vidas (Foto: Arquivo Pessoal) - Análise de coloração pessoal transforma vidas (Foto: Arquivo Pessoal)

Apaixonado por moda ou não, é impossível negar que as roupas influenciam diretamente na forma como as pessoas são vistas. Isso porque a imagem estética é a primeira impressão que passamos aos outros. E na busca por composições harmoniosas que destacam as melhores qualidades, a análise de coloração pessoal pode ser o elemento chave para montar um guarda-roupa que revela sua beleza natural.

A análise de coloração pessoal é um processo que verifica quais cores evidenciam a beleza de cada pessoa. Elas são determinadas a partir do estudo de contraste, temperatura, subtom, intensidade e profundidade. Também são observados os tons dos olhos e cabelos com o objetivo de facilitar a escolha de roupas, acessórios, maquiagens e tinturas capilares.

Mas você deve estar se perguntando qual a vantagem de tudo isso. Simples: as cores certas são capazes de fazer pessoas parecerem mais jovens, iluminadas, menos cansadas, sem marcas de expressão e transformar a vida de muita gente que tem dificuldade de se sentir bem na frente do espelho.

Riani Cellos é Consultora de Imagem e Estilo há 3 anos em Campo Grande. Ao longo desse tempo, já teve a chance de mudar a vida de muitas pessoas a alcançar seus desejos através da imagem.

“Eu explico qual a melhor forma de utilizar o círculo cromático e escolher a estampa mais adequada conforme seu contraste pessoal”, explica. Mas, antes da gente continuar falando sobre a colorimetria, é necessário entender como funciona o círculo cromático.

Importância do círculo cromático

O círculo cromático serve como um guia para combinação de cores. Seja em projetos arquitetônicos, artes publicitárias, artesanatos ou moda, ele é necessário para mesclar tons conforme o objetivo adequado. Mas não se assuste, aqui você precisa entender apenas alguns conceitos básicos para fazer o seu bom uso.

  • Cores primárias: Azul, vermelho e amarelo. Não podem ser feitas a partir de outras cores;
  • Cores secundárias: Verde, laranja e roxo. Feitas a partir da combinação entre as primárias;
  • Cores terciárias: Mistura de uma primária com secundária;
Você já fez? Análise de coloração pessoal destaca beleza e ganha espaço em Campo Grande
Círculo cromático mostra cores primárias, secundárias e terciárias (Foto: Reprodução/Círculo.com)

Existem também outros dois conceitos importantes para fazer ótimas combinações com as tonalidades. São eles:

  • Cores complementares: Cores que estão uma na frente da outra no círculo cromático;
  • Cores análogas: Cores vizinhas ou da mesma família;
Você já fez? Análise de coloração pessoal destaca beleza e ganha espaço em Campo Grande
Círculo cromático mostra cores complementares e análogas (Foto: Reprodução/Pinterest)

Veja a seguir algumas composições de looks com cores complementares e análogas.

Você já fez? Análise de coloração pessoal destaca beleza e ganha espaço em Campo Grande
Peças de roupas com cores complementares (Foto: Reprodução/Pinterest)
Você já fez? Análise de coloração pessoal destaca beleza e ganha espaço em Campo Grande
Peças de roupas com cores análogas (Foto: Reprodução/Pinterest)

Conseguiu perceber a diferença?

Como funciona a análise de coloração pessoal

Riani Cellos explica que a análise de coloração pessoal visualiza os tons que possuímos em nossa natureza pessoal.

“Ao compararmos os tecidos de diferentes tons ao redor do rosto da cliente, é possível perceber qual dessas características é a principal, ou seja, qual faz mais diferença na sua imagem”, explica a profissional.

A luz bate no tecido e reflete no rosto de maneiras diferentes, podendo ser positivas ou negativas. Para isso, a cliente precisa estar com o rosto totalmente sem maquiagem e em um ambiente com a iluminação adequada.

Riani também esclarece sobre o famoso método sazonal expandido. Sendo assim, cartelas são divididas conforme as estações do ano e de acordo com as dimensões das cores.

“Por exemplo: se percebemos que a característica principal da cliente é a profundidade, sendo esta escura, e temperatura neutra fria como secundária, sua cartela poderá se chamar inverno escuro. Ao todo são 12 possibilidades”, diz.

A cor “errada” pode trazer vários malefícios para a imagem pessoal. Muitas vezes essas diferenças passam despercebidas na correria do dia a dia, mas não quer dizer que não estejam lá. Sabe aqueles dias que você acha suas olheiras muito escuras? Uma simples troca de roupa poderia resolver muito bem isso.

Uma cor mal escolhida pode deixar nossa pele amarelada, ou pálida, por exemplo. Ao contrário de outras que suavizam manchinhas e olheiras, amenizam marcas de expressão e ajudam a nos deixar com uma aparência mais jovial e descansada”, diz Riani. Parece mágica, mas é só um truque bem arquitetado entre cores e luz. Confira alguns exemplos.

Pessoas que fizeram análise de coloração pessoal

Beatriz Caminha passou por esse processo e decidiu compartilhar sua experiência com o MidiaMais. De acordo com a dentista, ela realizou a análise de coloração pessoal e consultoria de imagem no ano passado.

E então, depois de passar pela técnica, Beatriz recebeu a paleta de cores Inverno Brilhante como sua fiel escudeira. Essas duas palavrinhas pareciam simples, mas elas proporcionaram vários impactos positivos a partir de então.

Análise de coloração pessoal
Beatriz fica satisfeita após análise de coloração pessoal (Foto: Arquivo Pessoal)

“Minha vida mudou após a consultoria de imagem e coloração pessoal. Entendi que a maneira como me visto comunica a imagem que quero transmitir e aprendi a fazer isso da forma correta. Melhorou meu posicionamento e autoestima. Impactou minha vida pessoal e trabalho”, revela Beatriz.

A dentista também contou ao MidiaMais que não estava habituada a esses tons, pois utilizada cores que não a valorizavam. Depois, ela nunca mais parou.

Mas não foi apenas Beatriz que se beneficiou da análise de coloração pessoal. Confira a seguir alguns exemplos de como as cores impactam, de maneira boa ou ruim, as características do rosto.

Análise de coloração pessoal
Coloração pessoal nos tons de verde (Foto: Arquivo Pessoal)
Análise de coloração pessoal
Coloração pessoal entre cores frias e quentes (Foto: Arquivo Pessoal)

Sucesso na Internet

A colorimetria chegou nas redes sociais e causou um rebuliço entre os internautas, que ficaram abismados com o poder das cores. Eles até a pensaram que existia alguma edição. Mas, na verdade, é só aquele velho truque entre cor e luz que já falamos antes.

https://twitter.com/alinecalamita/status/1309173056053620736

Nos vídeos acima, é possível perceber o processo de análise que Riani explicou anteriormente. Os tecidos são colocados próximos ao rosto para ver qual a sua influência na imagem pessoal. Chocante, não é?

Análise de coloração e autoconhecimento

A análise de coloração pessoal é considerada, também, um processo de autoconhecimento. Ela ajuda as pessoas a transmitirem a mensagem que desejam antes de se expressarem verbalmente. Além disso, Riani alerta que a colorimetria não deve ser vista como uma prisão, mas sim um guia.

“Acho importante levar em consideração o gosto pessoal da cliente. Caso ela ame uma cor que não esteja na sua cartela, existem algumas opções para que ela não deixe de lado esse amor bandido.”, brinca a consultora de imagem.

Dessa forma, fazer a análise de coloração pessoal requer informações confiáveis, profissionais adequados e que a cliente esteja disposta a mudanças. Segundo a profissional, sua análise de cores é R$ 420,00 com cartela física inclusa, enquanto a consultoria completa é R$ 2.400,00.

“Identificar seu estilo e aprender a se comunicar melhor através da sua imagem, traz benefícios não apenas pessoais, como interfere diretamente na maneira como você se comporta e é percebida.”, explica Riani, que também compartilha dicas de coloração pessoal no Instagram @rianicellos.

Jornal Midiamax