Universidade NOVA de Lisboa passa aceitar alunos brasileiros por meio do Enem

Subiu para 51 o número de instituições portuguesas que aceitam notas do exame

Mais uma instituição de ensino superior portuguesa firmou convênio com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira () para receber alunos brasileiros por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Com a entrada da NOVA de Lisboa, cujo acordo já foi publicado no (DOU), subiu para 51 o número de instituições lusitanas que aceitam as notas do em seus processos seletivos. A lista completa pode ser conferida clicando aqui.

A adesão das instituições portuguesas visa apenas possibilitar o acesso de estudantes brasileiros, no entanto cada instituição define as regras e os pesos para uso das notas, que variam por curso. Vale lembrar que até então não é possível fazer uso de financiamento estudantil – como Prouni, Sisu ou –pelo governo brasileiro.

Diferentemente das universidades brasileiras, as de Portugal cobram mensalidades dos seus estudantes. Ou seja, os estudantes do Brasil que desejam estudar no país com a nota do devem arcar com os valores das anuidades dos cursos e demais despesas, como acomodação, por exemplo.

Para se candidatar a uma vaga em universidade de Portugal com a nota do é preciso ficar atento aos prazos de abertura das inscrições no site da instituição de interesse. Antes de aplicar o resultado para a seletiva é importante conferir os valores das mensalidades ou anuidade do curso, da taxa de inscrição e saber quais condições são exigidas pela faculdade além do , como documentos escolares, por exemplo.

É importante destacar, ainda, que a escala de classificação portuguesa em sua maioria é 0-200, por isso, é necessário dividir a nota do por cinco, já que a escala adotada pelo exame é 0-1000. Além disso, a revalidação de diplomas e o exercício profissional no Brasil dos estudantes que cursarem o ensino superior em Portugal estão sujeitos à legislação brasileira.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Universidade NOVA de Lisboa passa aceitar alunos brasileiros por meio do Enem
Mais notícias