MidiaMAIS

Seminário "Proibidas e Insurgentes" reúne mulheres que foram proibidas de praticarem esportes na Ditadura Militar

Museu do Futebol realiza debate "Proibidas" nesta terça-feira (6) com transmissão gratuita pelo YouTube e Facebook

Nathália Rabelo Publicado em 05/04/2021, às 18h57

None
Foto: Reprodução/Claudia

O Museu do Futebol realiza nesta terça-feira (6), às 17h (16 horas em MS), a primeira mesa do webinário "Proibidas e Insurgentes – Os 80 anos da Lei que vetou mulheres no esporte", ciclo de palestras que relembra o aniversário do decreto que proibiu brasileiras de disputarem diversos esportes considerados "impróprios" para o corpo feminino, como o futebol. Museu do Futebol realiza o evento gratuitamente no YouTube e Facebook, com emissão de certificado para quem se inscrever previamente.

A Mesa #01: “Proibidas” reúne mulheres que viveram os tempos da proibição dentro do contexto da Ditadura Militar. Elas vão relatar como foram suas experiências e a necessidade que tinham de desobedecer para poderem se dedicar ao que amavam: o esporte e o jornalismo.

As convidadas são a jornalista Regiane Ritter, a ex-jogadora Dilma Mendes e a ex-atleta Aída dos Santos, que foi a única a mulher na delegação brasileira na Olímpiada de Tóquio em 1964. A mediação é da Prof. Helena Altmann. Haverá também participação especial de Maíra Liguori, diretora de impacto da ONG Think Olga. 

O webinário Proibidas e Insurgentes tem curadoria da jornalista Lu Castro e da pesquisadora Silvana Goellner e apoio do Brazil Chevening Sport Business Alumni, grupo de ex-alunos que cursaram mestrados na área esportiva em universidades do Reino Unido com bolsa Chevening, da ONG Think Olga, do Grupo Mulheres do Brasil - Comitê Esportes e da ONU Mulheres.

Para receber certificado de participação, é necessário se inscrever neste link: https://bit.ly/39rXptp

Transmissão:

Jornal Midiamax