MidiaMAIS

Na pandemia, gastrônomos deram um novo significado à profissão

Bares, restaurantes e lanchonetes tiveram que intensificar o seu trabalho, para não fechar as portas, já que não era permitido receberem os clientes nos espaços físicos.

Produção Publicado em 03/03/2021, às 15h11

Socorro mudou perspectivas de negócios após curso profissionalizante | FOTO ACERVO PESSOAL
Socorro mudou perspectivas de negócios após curso profissionalizante | FOTO ACERVO PESSOAL - Socorro mudou perspectivas de negócios após curso profissionalizante | FOTO ACERVO PESSOAL

A pandemia de Covid-19 afetou diversos ramos ao longo do mundo. Um deles foi o setor da Gastronomia, em que bares, restaurantes e lanchonetes tiveram que usar a criatividade no seu trabalho para não fechar as portas, já que não era permitido receber os clientes nos espaços físicos.

Uma saída foi ajustar o seu funcionamento através do fortalecimento do delivery ou na transformação dos espaços para o chamado takeout ou take away – em português “para levar”, quando os clientes buscam os alimentos, podendo consumir no lugar que quiserem.

Socorro Faleh é de Guajará-Mirim (RO) e é uma das tantas empresárias do Brasil que deu a volta por cima, mesmo no atual cenário vivido no país. “Apaixonada por realizar sonhos e surpreender os sentidos através de sabores”, descreve a empresária que investiu no sistema delivery, para oferecer seus produtos que são diferentes do “convencional” em sua região.

 “Eu tive toda uma preparação. Então, mesmo que eu tivesse tentado sozinha mudar o meu negócio, sem essa visão que eu tive através do curso, eu não conseguiria. Hoje eu tenho uma visão bem diferente. Antes eu via que fazer o básico que a maioria aprova era o suficiente. Hoje não, eu quero me aperfeiçoar ainda mais. Acho que essa preparação por meio da profissionalização é fundamental”, explica Socorro.

O curso que mudou a perspectiva de Socorro e a auxiliou a “fazer nome” em sua cidade foi o de Cozinheiro Profissional no Instituto Gourmet, escola de gastronomia que contabiliza mais de 70 franquias espalhadas pelo Brasil.

Na pandemia, gastrônomos deram um novo significado à profissão
Instituto Gourmet Brasil – Alia aulas de gastronomia com empreendedorismo | Foto Divulgação

“Lá temos aulas não só da parte gastronômica, mas também de empreendedorismo. A professora sempre alerta ‘olha gente, vocês têm que encontrar algo diferente dentro do nicho de vocês’. Então, eu trouxe isso para a minha vida aqui no meu buffet. Comecei só eu e minha irmã. Hoje eu tenho três funcionários. Enquanto tem muita gente nessa crise, não posso reclamar. Fico triste com todo o cenário da pandemia, mas eu não tive dificuldades no meu negócio durante esse período”, comemora Simone.

Confira um pouco mais da história da Socorro Faleh clicando aqui. Ex-professora de português, começou a cozinhar para festas e eventos por incentivo de amigos. Hoje, seu buffet é destaque em Guajará-Mirim e sua determinação foi destaque na campanha “Meu Aluno Gourmet faz Acontecer”, idealizada pelo Instituto Gourmet.

Receitas de sucesso: empreendedorismo e profissionalização

Para Robson Fejoli, cofundador do Instituto Gourmet, o mercado gastronômico até aqueceu para os pequenos empreendedores, como a Socorro, durante a pandemia. “As pessoas, sem poder sair de casa, tinham que fazer encomendas. Os grandes restaurantes sofreram mais, mas os pequenos, esses que entregam marmita, tiveram um mercado ainda mais aquecido com a entrega de delivery”, explica.

Esse cenário foi mais positivo, destaca Fejoli, para aqueles que buscaram orientações e profissionalização. “É fazer uma receita profissionalmente para além dos segredos da Gastronomia. No Instituto, nós ensinamos os alunos a deixarem de ser amadores para se profissionalizarem. Isso para eles aprenderem a ser pequenos empreendedores”.

Na instituição, as disciplinas da área gastronômica são integradas às de visão comercial e empreendedorismo. O conteúdo inclui módulos dedicados a precificar, calcular e divulgar as iguarias que preparam com tanto esmero. “Nós também ensinamos que um dos principais canais de divulgação do trabalho deles são as mídias sociais. Então, eles aproveitaram mais esse momento em que as pessoas estão mais presentes no digital por conta da pandemia e conseguiram divulgar muito bem os seus serviços”, acrescenta o cofundador.

Parceria com Educa Mais Brasil disponibiliza bolsas de estudo

Para alcançar o maior número de pessoas que estejam buscando por profissionalização, o Instituto Gourmet fechou parceria com o Educa Mais Brasil, plataforma de incentivo educacional. As bolsas variam de acordo com a disponibilidade de cada franqueado, mas os descontos podem chegar a 70% do valor das mensalidades.

Fejoli, inclusive, ressalta para os franqueados a importância de unir forças com o Educa para alcançar o maior número de alunos. “O Educa é um marketplace forte no mercado de educação. Então, nossos franqueados ganham divulgação para um aluno que não teriam e que talvez nem soubesse o que é oferecido pelo Instituto”, ressalta.

Para saber um pouco mais sobre as bolsas disponíveis em sua região, basta acessar o site do Educa Mais Brasil clicando aqui. A inscrição é gratuita e ocorre durante todo o ano.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Jornal Midiamax