MidiaMAIS

Ex-diretora da Mace revive emoções em homenagem aos 50 anos da escola

Em homenagem aos 50 anos da Escola Mace, a ex-diretora emblemática Reni Domingos revive os momentos mais marcantes dessa história.

Nathália Rabelo Publicado em 25/02/2021, às 08h00 - Atualizado às 08h32

Reni construiu uma história de amor com a educação (Foto: Arquivo Pessoal)
Reni construiu uma história de amor com a educação (Foto: Arquivo Pessoal) - Reni construiu uma história de amor com a educação (Foto: Arquivo Pessoal)

A Escola Mace completa 50 anos de história em 2021. Em homenagem a data, os professores Pedro Chaves dos Santos Filho e Therezinha dos Santos Samways vão lançar o livro “Mace 50 anos de História” nesta quinta-feira (25). Mas também existe outra figura emblemática que participou desse enredo. Após trabalhar 48 anos na instituição, a ex-diretora Reni Domingos dos Santos revive as emoções da sua trajetória.

Formada em pedagogia, ela entrou na escola para trabalhar como professora em 1971. Seu amor e dedicação pelo ensino oportunizaram vários cargos com o passar dos anos. Foram 48 anos de trabalho ininterrupto e Reni cresceu conforme a Mace também se desenvolvia.

“Comecei como professora. Em algum momento trabalhava até três turnos. Era comum exercer as atividades de professora e executar tarefas burocráticas independentes da função. Tinha trabalho, eu estava junto.” recorda.

Mas não era apenas o ofício que incentivava a pedagoga. Pelos corredores da escola, Reni encontrava sua família. “Todo mundo se abraçava para oferecer a melhor educação da cidade. Depois, assumi cargos de diretora e diretora geral.”, relembra.

Ex-diretora da Mace revive emoções em homenagem aos 50 anos da escola
Therezinha dos Santos, Reni e Pedro Chaves Filho (Foto: Arquivo Pessoal)

Chegou para inovar

Segundo a ex-diretora, um dos maiores diferenciais da Mace foi a sua idealização moderna. Construída para proporcionar o melhor ensino da cidade sob uma ótica inovadora, prioriza a qualidade. “Tinha os melhores professores da cidade, zelava pela disciplina e trabalhava com metodologias ativas em um tempo em que essa concepção educativa estava começando”.

A partir da união entre trabalho e amor pelos alunos, que nasceu o sucesso da renomada diretora. Ela foi uma das responsáveis por levar tão longe o nome da Mace na Capital.

Mace é amor

Questionada sobre o que a Mace significa em sua vida, Reni não hesitou em falar de amor, celebração de vida e compromisso. “Me lembro das festas de São João, Garoto e Garota Mace, Dia dos Pais e das Mães, das Gincanas, do Esporte, bem como da nossa relação com a comunidade. A Mace, sem dúvida, foi a mais importante experiência educacional da história de Mato Groso do Sul”, recorda com emoção.

Ex-diretora da Mace revive emoções em homenagem aos 50 anos da escola
Reni recebe prêmio pela Mace (Foto: Arquivo Pessoal)

Foi através do trabalho exercido nas escolas que Reni teve contato com outras realidades. Ela viu de perto as necessidades de asilos e bairros carentes da Capital. “Estou feliz. Cumpri com a missão que a história me deu. A Mace foi uma instituição que me ensinou muito”, releva a pedagoga.

Depois de um currículo impecável e grandes transformações na educação, Reni se desligou da Mace em 2018 enquanto exercia o cargo de diretora geral.

Mace 50 anos de História

O lançamento do livro acontece nesta quinta-feira (25) às 19h, horário de MS. Evento vai seguir todas as medidas de biossegurança devido à pandemia do Covid-19.

Já a cerimônia de lançamento será interativa e poderá ser acompanhada no sitewww.mace50anos.com.br. Organizadores também vão disponibilizar um link para a compra do livro no próprio site.

Jornal Midiamax