MidiaMAIS

Escritor vencedor do Prêmio Guavira lança livro de contos em Campo Grande

O escritor Henrique Pimenta vai lançar sua mais nova obra literária “Compêndio de evisceração” de contos originais.

Nathália Rabelo Publicado em 25/02/2021, às 18h52

Escritor cria cenários marcantes na história (Foto: Divulgação)
Escritor cria cenários marcantes na história (Foto: Divulgação) - Escritor cria cenários marcantes na história (Foto: Divulgação)

O escritor Henrique Pimenta vai lançar sua mais nova obra literária “Compêndio de evisceração” de contos originais. Livro será estreado no dia 18 de março (quinta-feira) no SESC Cultura, às 19h de MS. Henrique venceu o Prêmio Guavira de 2017, Edição especial – MS 40 anos.

“Compêndio de evisceração” reúne 17 contos sobre personagens marcantes que habitam ambientes isolados, em situações-limites e à beira de cometerem atos irresponsáveis. Obra mostra as variâncias da mente humana.

Escritor vencedor do Prêmio Guavira lança livro de contos em Campo Grande
Livro “Compêndio de evisceração” (Foto: Divulgação)

Além disso, leitores vão se deparar com cenários urbanos de Campo Grande no decorrer da história. Avenida Afonso Pena, Av. Zahran, UFMS, Igreja Nossa Senhora de Fátima e outros lugares característicos serão apresentados como parte da narrativa.

Trajetória literária

Henrique Pimenta nasceu em 1965 em Resende (RJ) e veio para Campo Grande em dezembro de 1995. Professor de Língua Portuguesa e Literatura, exerce o magistério há quase 30 anos.

Ele começou a escrever textos literários a partir dos 15 anos de idade e, como poeta, publicou o livro “99 sonetos sacanas e 1 canção de amor” (2012), e, mais tarde, experiências com a poesia contemporânea na obra “Alcácer-Quibir” (2019). Como contista, Henrique publicou “Ele adora a desgraça azul” (2016), livro que recebeu o Prêmio Guavira, Edição especial – MS 40 anos, em 2017.

Em termos de estilo, Henrique Pimenta domina com mestria a composição do conto, dando destaque a histórias originais, personagens problemáticos, diálogos tensos e finais surpreendentes.  Além disso, sua narrativa é considerada perturbadora, melancólica, sarcástica, perversa, degenerada, misógina, racista e homofóbica.

O escritor alerta que o livro “Compêndio de evisceração” é proibido para menores de 16 anos, não sendo recomendado para pessoas muito sensíveis também.

Serviço

Data de lançamento: 18 de março, quinta-feira;

Horário: 19h;

Local: SESC Cultura – Av. Afonso Pena, 2270.

Jornal Midiamax