MidiaMAIS

Deep Nostalgia: Aprenda a usar ferramenta incrível que dá vida às fotos antigas

Confira como usar o Deep Nostalgia, o novo recurso que está fazendo sucesso por dar vida às fotos antigas e que está movimentando a Internet.

Nathália Rabelo Publicado em 03/03/2021, às 16h25 - Atualizado às 19h25

Deep Nostalgia é a nova sensação do momento (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia)
Deep Nostalgia é a nova sensação do momento (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia) - Deep Nostalgia é a nova sensação do momento (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia)

Os campo-grandenses são fãs de recursos que aprimoram fotografias. Muitas pessoas adoram testar como suas fotos vão ficar no sexo oposto, como idosos ou com efeitos no cabelo, por exemplo. Agora, um novo recurso que surgiu na Internet promete dar vida aos rostos de fotografias antigas. A ferramenta se chama Deep Nostalgia, desenvolvida pelo site MyHeritage, especializado em genealogia. Ela transforma uma imagem estática em uma animada, com movimento dos olhos, bocas e expressões faciais. Recurso é gratuito e pode ser compartilhado nas redes sociais.

Como o MidiaMais está sempre antenado nas tendências que agradam nosso público, nós trouxemos aqui o passo a passo de como utilizar o Deep Nostalgia. Mesmo que o foco seja animar fotos antigas, em preto e branco, também é possível utilizar imagens recentes e coloridas.

No entanto, fotos históricas podem ser melhoradas para garantir alta resolução na hora de aplicar o efeito e ter um resultado de qualidade. Mas antes da gente ir direto ao passo a passo de como usar o Deep Nostalgia, vamos entender um pouquinho como funciona o programa.

Política de privacidade

Quando estamos na Internet, é sempre importante se atentar às políticas de privacidade que determinada empresa está oferecendo. O site garante que as imagens estão seguras e que não compartilha fotos ou vídeos com terceiros.

Além disso, plataforma apaga imediatamente caso o cadastro do usuário não seja concluído. Ainda de acordo com a empresa, o site apenas hospeda as imagens. Dessa forma, o usuário continua sendo o proprietário do conteúdo.

Passo a passo de como usar o Deep Nostalgia

Nós fizemos uma simulação para explicar como os usuários podem animar suas fotos e compartilhá-las nas redes sociais no fim do processo. Mas antes de continuar, lembre-se que você vai precisar fazer um cadastro para conseguir animar as imagens.

1 – O primeiro passo para animar fotos com o Deep Nostalgia é acessando o site do MyHeritage. Lá, clique em “Carregar foto” e localize o arquivo desejado no seu computador.

Página inicial do recurso Deep Nostalgia
Página inicial do recurso Deep Nostalgia (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia)

2 – Depois, o site vai pedir para você fazer o cadastro. Nessa hora, é possível conectar com sua conta do Google ou Facebook. Se preferir, também pode criar um login e clicar em confirmar, abaixo.

Crie um cadastro no Deep Nostalgia
Crie um cadastro no Deep Nostalgia (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia)

3 – Você deve aguardar alguns instantes enquanto sua foto é animada. Isso pode demorar cerca de 10 a 20 segundos.

Aguarde enquanto a foto é animada
Aguarde enquanto a foto é animada (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia)

4 – A imagem animada será exibida. Clique em “Download do vídeo” para salvar o arquivo no computador ou use os botões das redes sociais para compartilhar. Você também pode carregar outra foto.

Agora sua foto animada está pronta para ser baixada ou compartilhada
Agora sua foto animada está pronta para ser baixada ou compartilhada (Foto: Reprodução/Deep Nostalgia)

Pronto! Agora é só usar o recurso. A plataforma fez o anúncio na sua conta oficial do Twitter no dia 25 de fevereiro.

“Com o nosso novo Deep Nostalgia, você pode ver como uma pessoa de uma foto antiga poderia ter se movido e ficado se tivesse sido capturada em vídeo”, diz a empresa. Desde então, os internautas têm compartilhado suas experiências.

Esse vídeo do Youtube também mostra o efeito aplicado no rosto de figuras históricas, como Jesus Cristo, Mozart, Leonardo da Vinci e outros.

Programa também está disponível para o mobile, mas apenas para usuários de iPhone por enquanto.

Jornal Midiamax