MidiaMAIS

De dona de casa a empresária: delivery de tilápia frita bomba em Campo Grande e supera pandemia

Para ajudar com a renda da família, Lisiane montou um delivery de tilápia frita e supera dificuldades da pandemia em Campo Grande.

Nathália Rabelo Publicado em 27/02/2021, às 11h15 - Atualizado às 13h13

Lisiane vira dona do próprio negócio em Campo Grande (Foto: Reprodução/Sebrae-MS)
Lisiane vira dona do próprio negócio em Campo Grande (Foto: Reprodução/Sebrae-MS) - Lisiane vira dona do próprio negócio em Campo Grande (Foto: Reprodução/Sebrae-MS)

O ano de 2020 foi um momento de transformação na vida de Lisiane Corrêa Ferreira, de 40 anos. Dona de casa, esposa e mãe de duas filhas, ela estava buscando uma alternativa para completar a renda familiar e decidiu vender tilápia frita. Mas ela não esperava que, de uma simples ideia, surgiria um grande empreendimento em Campo Grande. Lisiane superou os desafios da pandemia do Covid-19, vestiu o avental e se tornou dona do próprio negócio.

De acordo com a empresária, tudo começou quando ela se mudou para um condomínio com a família. Percebendo a quantidade de vizinhos, ela enxergou a possibilidade de ganhar renda extra vendendo algum alimento. Com experiência e cursos de culinária, Lisiane apostou nas tilápias fritas para começar a sua ideia.

“Eu sempre amei cozinhar. Fiz um curso de sushi, junto com o meu marido, e aprendi a preparar a tilápia. Depois fui modificando o tempero, o tipo de farinha, para que ela ficasse mais sequinha e crocante. ”, comenta.

O negócio começou em 2017 de maneira tímida, na cozinha do próprio apartamento. Com 08 a 12 pedidos por dia, logo as tilápias caíram no paladar das pessoas e o negócio começou a fazer sucesso. Tais crescimentos foram tão grandes que, em maio de 2020, Lisiane saiu da cozinha domiciliar e abriu seu espaço, na Rua Vitório Zeola, 1734.

“Foi crescendo dentro do condomínio até o ponto que não conseguíamos atender todos os pedidos, visto que eu produzia tudo dentro de uma cozinha de apartamento. Estamos em um ponto comercial agora”, comemora Lisiane.

Hoje, a empresária entrega uma média de 70 pedidos por noite e afirma que já está precisando de mais pessoas na cozinha.

Desafios da pandemia

Depois que o negócio cresceu, a família teve que passar pelo primeiro desafio: decidir se iria realmente aumentar a empresa. Assim que estabeleceram metas para o futuro empreendimento, veio o segundo desafio: a pandemia do Covid-19.

“Quando estávamos com tudo projetado, ponto comercial alugado, etc, veio a Pandemia. Ali foi meio que um divisor de águas… vai ou não vai? Sentamos para analisar o que iria acontecer para o mercado, e chegamos a fácil conclusão que, com as restrições, as pessoas sairiam menos para comer. Logo o serviço de entrega de comida provavelmente aumentaria… aí fomos pra cima. ”, relembra a empresária.

Ela ainda disse que o modelo de negócio se favoreceu com as medidas de biossegurança e que, ao invés sentiram impactos negativos, o restaurante aumentou suas vendas. Mesmo com o início da pandemia, a loja foi inaugurada em maio de 2020 e tem agradado muitos clientes desde então.

Além disso, ela também fez cursos do Sebrae-MS para entender a dinâmica empresarial para alavancar o seu negócio, se tornando microempreendedora individual (MEI).

Sonhos continuam

A empresa de delivery de tilápias fritas de Lisiane cresce a cada dia e os sonhos voam cada vez mais alto. Agora, o planejamento é abrir cinco unidades em Campo Grande nos próximos três anos.

“É um sonho e estamos trabalhando para isso. A ideia no futuro é transformar o nosso negócio em uma franquia”, disse a empreendedora.

Jornal Midiamax