Saiba como ver chuva de meteoros prevista para madrugada desta quarta

Cerca de 50 estrelas cadentes devem cruzar o céu por hora

Se você adora estrelas cadentes não pode perder este fenômeno na madrugada desta quarta-feira (6). Por volta das 2h da manhã (horário de Mato Grosso do Sul) está previsto o pico da maior chuva de meteoros do ano, a Eta Aquáridas, com expectativa de 50 meteoros no céu, por hora.  O que faz deste evento especial é o ponto onde os meteoros convergem, na constelação de Aquário (por isso o nome), e a sua composição: resquícios do famoso cometa Halley.

A Eta Aquáridas também é conhecida por sua rapidez e densidade, conforme publicou o Uol. Centenas de meteoros viajam a impressionantes 70 km/s, incandescentes na atmosfera da Terra, deixando rastros brilhantes no céu noturno. Alguns deles podem até parecer “explodir”. O evento astronômico de hoje é visível a olho nu.

“É praticamente certo que vocês conseguirão ver alguns meteoros riscando o firmamento. A quantidade depende do local onde estiverem. O melhor de tudo? Vocês podem observar de suas casas e respeitar as medidas de isolamento social, imprescindíveis em meio à pandemia da Covid-19”, diz o astrônomo Julio Lobo, do Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini, ao noticiário.

Na madrugada de quarta (6) para quinta-feira (7), o espetáculo se repetirá, mas com menor intensidade. Para ver é muito simples, basta seguir as dicas abaixo:

Torça por um céu sem nuvens e procure um lugar com pouca luz, como uma varanda ou quintal.

Quanto menos poluição luminosa, mais chances de observação.

Fique confortável.

Sente em uma cadeira, proteja-se do frio e evite usar o celular (para não se distraírem e nem ter a visão ofuscada pela claridade da tela).

Os olhos demoram cerca de 20 minutos para se acostumar com a baixa luminosidade e a diferenciar a luminosidade dos diferentes corpos celestes (estrelas, planetas, meteoros), Portanto olhe para o leste (onde o Sol nasce) e procure o ponto mais brilhante do céu, que será o planeta Júpiter. Logo abaixo de Júpiter, estará Saturno, de tom amarelo.

abaixo de Saturno, estará um astro de tonalidade alaranjada — é Marte; Visualizando Marte, olhe um palmo mais abaixo, onde estará a constelação de Aquário. Os meteoros vão aparentar surgir ao redor dela. Um serviço de observação dos céus (como o Skywalk, Starchart ou Stellarium) pode te ajudar a encontrar este ponto; Observe atentamente e esperem pelos meteoros. O pico será por volta das 2h30, quando a Lua crescente se põe, e eles estarão visíveis até o amanhecer..

Saiba como ver chuva de meteoros prevista para madrugada desta quarta