Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares

No Bairro Danúbio Azul, em Campo Grande, o boca-a-boca nos levou a conhecer os salgados e pães baratinhos e deliciosos, feitos em família.

Na história da família Rodrigues dos , os maiores ensinamentos são passados de pai para filhos na prática. Com mais de 30 anos envolvido com panificação, aos 9 anos de idade o senhor George Rodrigues dos , 46, já acompanhava a mãe, salgadeira de mão cheia, no preparo de bolos e salgados. Ele também ajudava na venda, aprendeu a fazer e trabalhou com a mãe até os 14, quando conseguiu uma oportunidade na primeira (de muitas outras) s que passaria.

Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares
George, o patriarca (foto: Leandro Marques)

“Minha primeira foi aos 17 anos, no ‘Zé Pereira’. Padaria própria que arrendei, passou um tempo e comprei. Fiquei por dois anos lá e logo me mudei para Cuiabá (MT). Lá fiz sociedade com uns primos e abrimos outra , mas não deu certo. Por lá conheci a mãe dos meus filhos, depois tive outras duas s, em seguida montei um supermercado, que nos levou à falência”.

O retorno a Campo Grande também marcou o nascimento de , primogênito de seu George, que está com 18 anos, seguido de Priscila, 16. Eles nasceram e cresceram entre pães e salgados, acompanharam a batalha do pai, que chegou a trabalhar em 3 turnos diários em busca de seu ganha pão e o sustento da família. Hoje os dois fazem parte da equipe da “Panificadora Pai e Filhos”, onde põem em prática todos os ensinamentos e exemplos de trabalho aprendidos em casa.


O pai que faz sonho também sonha

A panificadora tem um motivo nobre de existir, e é inspirador: é para investir na formação profissional e intelectual de e Priscila. “A ‘Pai e Filhos’ foi feita para pagar a faculdade dos meus filhos. Pra gente se estruturar e arcar com os gastos dos estudos deles. É focado na formação deles, porque se fosse só por mim, talvez a panificadora não existisse”, revela.

quer ser Professor e Priscila, Médica. Por mais que o amor à profissão do pai exista, após se formarem, não existe certezas sobre o futuro na . “Não pretendo continuar nesse ramo, mas gosto bastante. Aqui pode ajudar a gente a alcançar um nível de vida melhor, mas não é pra vida inteira”, diz .

Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares
, Priscila e George (foto: Leandro Marques)


Tudo gostoso e barato

Já que o futuro da panificadora ainda não temos como prever, o jeito é aproveitar o presente e que os filhos de seu George ainda estão na escola (temos tempo até que eles se formem. Ufa!), pois tudo que é oferecido na panificadora é de salivar litros. Mas sabe o que o melhor? O preço, é tudo baratinho.

Qualquer salgado, sonho, pão recheado “lua de mel”, fatia húngara, sopa paraguaia, tudo sai apenas R$ 1,00 cada. Pães doces, só R$ 0,50. Também tem pão francês, tortas doces e salgadas com valores super camaradas. Não deixe de provar a baguete recheada, de R$ 5,00, é uma das mais vendidas da panificadora e realmente é sensacional.

Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares
Salgados e doces a preços mais que camaradas (foto: Leandro Marques)

O motivo dos produtos serem tão baratos?
“Toda minha vida trabalhei com salgado barato, prefiro fabricar mais e ganhar na quantidade do que fazer aquele pouquinho e ficar todo dia sobrando. Gosto de encher os balcões de salgado e à noite não ter nada”, revela George.
As massas dos bolos, as de pão doce e as dos salgados são receitas que vêm se aprimorando desde as primeiras que aprendeu com sua mãe. No salgado, ele apresenta uma massa leve, com tamanho e recheio bem generosos levando em conta o preço. Com “10zão” dá pra fazer um pequeno “estrago”, rs.
Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares
Opções para adocicar o paladar (foto: Leandro Marques + acervo pessoal)
De filhos para pai

Muito bonito ver o brilho no olhar que George tem ao observar os filhos falando. O orgulho que sente é nítido e ele enche o peito para afirmar que está tudo dando certo nessa relação construída entre pai e filhos. A melhor parte é quando todo esse amor dedicado, é retribuído com mais amor e reconhecimento.

“Ele sempre priorizou nossos estudos, sempre resistiu a ideia da gente trabalhar pra focar na nossa formação”, diz Priscila.

“O que eu quero herdar dele é a vontade de trabalhar, nunca deixar de batalhar, sempre fazer tudo por quem você ama e sempre estar sempre do lado. Ele já tirou muito dele pra dar pra gente, isso é comum do meu pai, além da honestidade. Sempre foi um pai presente e nunca nos deixou faltar nada”, completa .

Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares
A Panificadora Pais e Filhos fica na Rua Panamericana, 598, no Bairro Danúbio azul. Outras informações: 98190-9130 ().

Pai e filhos põem amor na massa em padaria e apostam em sabor tradicional e preços populares
Mais notícias