MidiaMAIS

‘Pássaros da janela’ é o tema de evento mundial que acontece em Campo Grande

Próximo sábado, dia 09, observadores de aves do planeta, vão reservar parte do seu dia para fazer o que mais gostam: passarinhar. O Global Big Day é um evento mundial que tem como objetivo ‘reunir’ o maior numero de observadores  e registrar o maior número de pássaros, por 24h. Só em 2019, mais de 35.000 […]

Leandro Marques Publicado em 08/05/2020, às 10h54 - Atualizado em 09/05/2020, às 07h50

Observadores de Pássaros (foto: divulação)
Observadores de Pássaros (foto: divulação) - Observadores de Pássaros (foto: divulação)

Próximo sábado, dia 09, observadores de aves do planeta, vão reservar parte do seu dia para fazer o que mais gostam: passarinhar. O Global Big Day é um evento mundial que tem como objetivo ‘reunir’ o maior numero de observadores  e registrar o maior número de pássaros, por 24h. Só em 2019, mais de 35.000 pessoas de 127 países participaram. Esse esforço conjunto gerou mais de 90.000 listas de verificação, totalizando 6.967 espécies!

Por conta dos riscos da pandemia, o evento este ano será cada um no seu jardim, em sua janela, em sua casa. A situação pede adequação, pois o mais importante neste dia é olhar pro céu e contemplar a natureza com novos olhares. Aqui no MS já temos participações garantidas, como a Doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, Cientista e Educadora Ambiental, Simone Mamede.

'Pássaros da janela' é o tema de evento mundial que acontece em Campo Grande
Temos em Campo Grande quase 400 espécies somente na área urbana e periurbana (fotos: Simone Mamede)

“Em Campo Grande participamos desde sua primeira edição, em 2015, por meio do nosso grupo de Observadores de Aves do Avistar MS, Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo e Clubes de Observadores de Aves.  No BIG DAY de 2019 percorremos as áreas verdes e parques da cidade e chegamos a catalogar 130 espécies, aproximadamente, em 24 h”, conta Mamede.

Qualquer pessoa pode participar e gratuitamente do Global Big Day , na capital já tem mais de 40 observadores inscritos.  “A atividade envolve percepção, entretenimento, encantamento e muita alegria ao descobrirmos tanta riqueza natural que divide o espaço urbano conosco. Campo Grande tem sido reconhecida como a ‘Capital do Turismo de Observação de Aves’ e chamamos a todos os amantes da natureza a atestarem esse título no próximo sábado conosco, 09 de maio, cada um de sua casa”, convida a Cientista Ambiental.

'Pássaros da janela' é o tema de evento mundial que acontece em Campo Grande
Passarinheiros passarinhando! (foto: Simone Mamede)


O que se aprende com os pássaros

A natureza é sábia, muitos ensinamentos estão nela, basta prestar atenção. Maristela Benites, Ornitóloga e autora do ‘Guia de Aves de Campo Grande – Áreas Verdes‘, sabe bem quantas experiências e aprendizados se encontram no meio ambiente.

'Pássaros da janela' é o tema de evento mundial que acontece em Campo Grande
Família que observa unida (foto: Simone Mamede)

“Observar aves te permite aproximação com a natureza e seus elementos. Depois, percebemos, como em um espelho, que nos refletimos na natureza também e ela em nós. Ou seja, começamos a perceber vida ao nosso redor e que somos parte dessa natureza, de uma unidade viva e dinâmica, cujas partes diversas constituem o todo”, explica ela.

Mais do que entretenimento e apreciação estética da natureza, segundo Maristela, reconhecer a vida que existe ao nosso redor, descobrir seus detalhes e peculiaridades, nos tornam mais conscientes ambientalmente e muito mais sábios. “Com as aves aprendemos e exercitamos valores como respeito à diversidade, afeto, encantamento, compaixão, alegria por compartilhar o mesmo espaço no planeta”, finaliza.

Participe

Faça parte deste lindo dia de observação de pássaros, entre em contato com o Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo e faça sua inscrição gratuita, através do email [email protected]. Todos os participantes recebem o livro digital ‘Guia de aves de Campo Grande’ escrito por Maristela Benites e outros colegas para ajudar na identificação das espécies.

Jornal Midiamax