Maior superlua do ano é nesta terça-feira

Fenômeno vai até a próxima quinta-feira (8)

Conhecida como Superlua Rosa, a maior superlua do ano começa a dar o ar da graça na noite desta terça-feira (7). O satélite natural da Terra vai estar maior e mais brilhante até a próxima quinta-feira (2). O último fenômeno foi registrado no céu de Campo Grande no dia 9 do mês passado e a expectativa é que, desta vez, a lua esteja ainda mais linda.

O nome do fenômeno foi dado nos Estados Unidos, mas nada tem a ver com mudança real na cor do satélite. Engana-se quem pensa que o baixo índice de poluição no ar por causa da pandemia melhora a visibilidade do fenômeno. O fato que altera a observação é totalmente meteorológico.

“A poluição que diminuiu foi a de gases, como poeira e fumaça. Faz diferença para a saúde, mas não para a observação astronômica feita de casa”, explica o astrofísico Roberto Costa, professor do Departamento de Astronomia da Universidade de São Paulo (USP).

As condições ideais para aproveitar a superlua desta terça, portanto, incluem um céu limpo, sem nuvens. Caso a superlua não venha à tona logo que o céu escurecer, vale a pena ficar de olho para, quem sabe, fazer um belo registro para as redes sociais.

Maior superlua do ano é nesta terça-feira