Instituições de ensino suspendem aulas por causa do coronavírus

Decisão visa evitar a exposição dos estudantes ao Covid-19

Com a preocupação em zelar pela saúde dos estudantes brasileiros, escolas pelo País estão suspendendo as aulas até que a propagação do coronavírus seja freada. Distrito Federal e São Paulo integram a lista de lugares com a educação afetada.

Em virtude do rápido contágio do coronavírus (Covid-19), o Ministério da Educação (MEC), em parceria com estados e municípios brasileiros, adotou estratégias de combate ao vírus no setor educacional. O Rio de Janeiro, por exemplo, por meio de decreto publicado em seus respectivos diários oficiais, decidiu suspender as aulas na rede pública e privada.

No estado do Mato Grosso do Sul, onde nenhum caso da enfermidade foi registrado até o momento, o sistema de ensino mantém as medidas preventivas, mas sem determinar a suspensão das atividades escolares.

Na Bahia, o estado tem registrado, até esta segunda-feira (16), nove casos do Covid-19. Por isso, escolas particulares e municipais da capital baiana deverão ficar fechadas por 15 dias, conforme decreto da prefeitura.

Antes mesmo do anúncio do cancelamento das aulas, o Colégio Apoio, localizado na região metropolitana de Salvador, tomou medidas próprias para que os alunos não fiquem em situação vulnerável. Na instituição, somente os alunos do 3º ano continuam tendo aulas por causa dos vestibulares e a preparação para os exames anuais, como o Enem.

Parceira do Educa Mais Brasil, a Escola Castelo do Saber, destinada à educação infantil, em São Paulo, mantém as atividades durante esta semana, mas o funcionamento será suspenso a partir da próxima segunda, 23 de março.

 

Prevenção contra o coronavírus

A prevenção ao coronavírus inclui cuidados simples, porém eficazes, que podem ser tomados pela população em geral. Além disso, é importante manter-se informado sobre os estágios da doença e sua evolução.

Especialistas orientam frequentemente o uso de álcool em gel, limpeza das mãos com água e sabão e intensificar hábitos comuns de higiene; evitar coçar o nariz, a boca e os olhos, e afastar-se de locais públicos e aglomerações.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Instituições de ensino suspendem aulas por causa do coronavírus
Mais notícias