Inaugurada em 2018, ‘Maria Fumaça’ virou ponto turístico em Campo Grande

Moradores e turistas ficam encantados com a locomotiva de 20 toneladas

Ela é grandiosa, pesa 20 toneladas e chama a atenção de quem passa pela Orla Ferroviária, em Campo Grande. O Monumento Maria Fumaça foi inaugurado em 24 de Outubro de 2018 e, de lá pra cá, virou parada obrigatória para quem deseja ter um registro da Cidade Morena.

O trem, que fica suspenso passando a impressão de que levantará voo, foi idealizado por José Marcos da Fonseca, ex-secretário da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Urbana) com a esperança de revitalizar o local. A estratégia deu certo, o monumento não passa despercebido por visitantes e turistas que buscam conhecer pontos estratégicos da cidade.

Até quem nasceu e mora em Campo Grande caiu na graça da Maria Fumaça. Recheado de nostalgia e de boas lembranças, o trem resgata as memórias mais doces de quem passou pela experiência da locomotiva. Já para a nova geração, o monumento acende a curiosidade de como era a época em que as pessoas passeavam pelos trilhos.

Com 5 metros de altura e 20 metros de comprimento, o projeto ganhou o coração dos campo-grandenses. Não raro é possível ver pessoas encantadas com as belezas da locomotiva, fazendo poses e buscando eternizar a imagem em suas redes.

A douradense Thábatta Campos cresceu em Campo Grande, mas há 8 anos mora em Belo Horizonte (MG). Em 2018, a esteticista e maquiadora de 29 anos foi passar o natal junto da família na Cidade Morena e resolveu visitar o monumento com a mãe, recém inaugurado na época.

“Ficamos encantadas quando chegamos lá. Primeiro pelo espeço ter ficado lindo e, segundo, pela Maria Fumaça estar ‘flutuando’. Ficamos um bom tempo namorando aquele lugar. Como tinha ficado maravilhoso, resolvemos tirar fotos divertida.”

Thábatta ainda ressalta a importância da locomotiva na Orla Ferroviária.

“Um super ponto turístico. Eu amo Campo Grande, tem muitos monumentos lindos, mas ela está bem localizada, próxima à Feira Central.”

 

Inaugurada em 2018, 'Maria Fumaça' virou ponto turístico em Campo Grande
Mais notícias