Fundação Palmares lança edital ‘Arte do Quilombo’ com 20 prêmios para o Centro-Oeste

Proposta irá contemplar projetos de artistas afro-brasileiros de todo o Brasil, incluindo o Mato Grosso do Sul, com prêmios a partir de R$ 6.880,00

A Fundação Cultural Palmares lança nesta sexta-feira (10) o ‘Arte do Quilombo’ que irá contemplar projetos de artistas afro-brasileiros com prêmios a partir de R$ 6.880,00 em todo o Brasil. O objetivo é contemplar 100 iniciativas de membros de Comunidades Remanescentes de Quilombos (CRQs) e não quilombolas autodeclarados negros (pretos ou pardos) comprovadamente praticantes das expressões culturais afro-brasileiras nas 5 macrorregiões do país (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul), 20 prêmios para cada uma.

Segundo o Diário Oficial da União desta sexta (10), os projetos, cujos vencedores serão premiados em dinheiro, devem ser nas categorias de: Artesanato, Música, Dança, Teatro, Leitura, Escrita e Oralidade, Narrativas Folclóricas e Culinária Tradicional.

De acordo com o Presidente da Instituição, Sérgio Camargo, a prioridade da FCP é o artista que está longe dos holofotes midiáticos, “Na nossa gestão, os artistas com pouca visibilidade, mas que são talentosos, serão os que mais receberão apoio, valorização e incentivo. Seremos um banco de fomento para os negros que produzem e consomem arte e cultura”, diz.

Para o Diretor do Departamento de Fomento e Promoção da Cultura Afro-brasileira(DEP), Ebnézer Nogueira, “o vem em um momento importante, pois muitos artistas estão passando por uma fase crítica devido à pandemia do ; desse modo, temos a possibilidade de premiar e valorizar artesãos, músicos e artistas em geral do segmento afro-brasileiro”, completa.

Fundação Palmares lança edital 'Arte do Quilombo' com 20 prêmios para o Centro-Oeste

Inscrições

Para concorrer, cada candidato deverá colocar no assunto do e-mail o título “INSCRIÇÃO EDITAL 2020 – NOME DO CANDIDATO” e encaminhar o Formulário de Inscrição, além da cópia do documento de identificação, da autodeclaração étnico-racial e da Declaração de Pertencimento Étnico para os casos de quilombolas. As inscrições seguem até 24 de Agosto de 2020 e, em razão do isolamento social e das medidas de prevenção à , deverão ser realizadas exclusivamente pelo e-mail artedoquilombo2020@gmail.com

Junto aos documentos, os concorrentes das categorias Música, Dança, Teatro, e, Leitura, escrita e oralidade, deverão encaminhar um vídeo, entre 03 (três) e 10 (dez) minutos, apresentando a sua proposta. Para a categoria Artesanato, o candidato deverá encaminhar entre 10 e 15 fotografias apresentando os seus produtos.

O detalhamento do processo e os anexos a serem preenchidos estão contidos no Edital que pode ser acessado AQUI.

Habilitação e seleção

A habilitação dos candidatos será realizada por uma Comissão Organizadora que conferirá se as inscrições obedecem às exigências de prazo, condições e documentos expressos no Edital. A candidatura que não for apresentada na forma e nos prazos estabelecidos será inabilitada. Inscrições com documentações falsas serão descartadas.

Já a Comissão de Seleção, responsável pela avaliação das iniciativas na fase de classificação deste , será composta por no mínimo quatro pessoas, servidores da FCP, representantes dos setores finalísticos: Departamento de Proteção ao Patrimônio Afro-brasileiro (DPA), Departamento de Fomento e Promoção da Cultura Afro-brasileira (DEP), Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra (CNIRC) e Gabinete da Presidência.

Classificação

Serão classificadas as iniciativas cujas propostas apresentem manifestações da cultura afro-brasileira, o resgate, a valorização e a preservação de saberes dos povos tradicionais remanescentes de quilombos, propostas com caráter socioeducativo, com a valorização das fontes de conhecimento, das dimensões históricas, sociais e tradicionais da cultura afro-brasileira, além de apresentação de iniciativas junto a programas sociais do Governo. Todos os critérios de avaliação estão disponíveis no Edital.

Será eliminada, em qualquer fase do processo, a candidatura que tiver sua atuação e/ou material comprovadamente associado ao desrespeito aos direitos humanos. Os resultados de todas as etapas serão registrados em ata e divulgados nos Portal Palmares, fazendo constar na publicação: o nome da(o) candidata(o), o município e a unidade da federação, a região do país e a nota obtida na avaliação.

Fundação Palmares lança edital 'Arte do Quilombo' com 20 prêmios para o Centro-Oeste
Mais notícias