Especialista dá dicas de como manter o foco em home office

Em casa, parece que qualquer passarinho tira a concentração

Na última semana, muitas empresas, públicas e privadas, liberaram os funcionários para trabalharem em casa. A medida foi tomada pensando em evitar aglomerações para conter a proliferação do coronavírus. Um dos maiores desafios para quem faz home office é manter o foco e conseguir ter a mesma produtividade que no local de trabalho. Ficar concentrado nas tarefas profissionais pode ser desafiador quando se tem o barulho da geladeira, o canto do passarinho, o filho pequeno e até o ruído dos carros passando na avenida.

Em casos de isolamento, a aromaterapia pode ser uma grande aliada para não cair na tentação de tirar uma sonequinha no meio do expediente ou parar um pouquinho para esticar os pés no sofá e se perder no celular. Segundo o naturopata Daniel Alan Costa, há vários óleos essenciais que podem ajudar no momento do home office.

“A Lavanda e a Camomila Romana podem ser utilizadas para equilibrar o emocional e oferecer tranquilidade durante esse período, já que é mais do que normal ficar nervoso ou ansioso com tudo o que está acontecendo. Já o Alecrim, por exemplo, é excelente como fortalecedor de memória”, afirma o especialista.

Segundo o professor, não é de hoje que o Alecrim é usado como estimulante do cérebro. “Na Grécia antiga, os estudantes, durante o período de provas, já usavam raminhos da erva no cabelo, pois eles perceberam que a essência conforta o cérebro, aguça a compreensão, restaura a memória perdida e desperta a mente.”

Outros óleos essenciais indicados para concentração precária e fadiga mental são o Menta, o Patchouli, que além de auxiliar na falta de concentração, alivia a ansiedade em condições relacionadas ao estresse, o Tomilho branco que ativa as células do cérebro, estimulando a memória e favorecendo a concentração. Já o óleo essencial de Vetiver descontrai profundamente sendo útil para quem precisa concentrar as suas energias.

“As propriedades harmonizadoras dos óleos essenciais vão oferecer um equilíbrio físico, mental e emocional duradouros aos trabalhadores, extremamente importante neste momento em home office. Mas é importante lembrar que os óleos essenciais não podem ser usados diretamente na pele. Neste caso, a sugestão é o de inalar o aroma profundamente diretamente do vidro ou utilizar os colares aromatizadores individuais. Imediatamente já haverá estímulos das partes do cérebro relativas a memória e emoção”, alerta o naturopata.

Além da aromaterapia, outras formas naturais também podem auxiliar como meditação, cromoterapia, cristaloterapia e Florais de Bach. “A indicação nessa fase de isolamento é a de consultar o seu naturopata de forma remota e ter uma combinação destas terapias receitadas de forma individual e personalizada”, indica Alan.

 

Mais notícias