Comércio volta, mas currículos ‘somem’ e lojistas buscam funcionários com urgência

Expectativa é que sejam contratadas mais de 150 pessoas até final do ano

Na contramão do desemprego causado pela pandemia do coronavírus, os de Campo Grande estão buscando funcionários com urgência. Os currículos pararam de chegar e, com vagas abertas, o comércio precisa de todos os tipos de profissionais.

A Associação dos do contou ao Jornal Midiamax que não recebe mais currículos de pessoas disponíveis para trabalhar e, por este motivo, existem lojas precisando de funcionário “para ontem”. A expectativa é que o número de pessoas contratadas até o final deste ano ultrapasse a marca de 150 profissionais. Para isso, a Associação pede que os campo-grandenses interessados mande currículo o mais rápido possível.

Os cargos são os mais variados e não há limite máximo de idade. Existem vagas para atendente, vendedor, caixa, gerente, estoquista e demais funções que fazem parte do comércio em geral. Os candidatos devem mandar e-mail para alscg.@gmail.com com a vaga pretendida.

A Associação ainda ressalta que está recebendo os currículos apenas por e-mail para evitar aglomerações.

“O Shopping está com uma expectativa muito boa de crescimento até o final do ano. As vagas devem superar as abertas no ano passado, que foram 150 contratações. Por mais incrível que pareça, nós estamos com dificuldades de contratação.”

A oportunidade também é para pessoas sem experiência e para primeiro emprego.

Comércio volta, mas currículos 'somem' e lojistas buscam funcionários com urgência
Mais notícias