Artistas de MS estrelam exposição online do Museu de Imagem e do Som

Delinha está entre as mulheres que foram homenageadas

Cantoras e musicistas de são as estrelas da exposição online, inaugurada nesta terça-feira (25), pelo MIS (Museu de Imagem e do Som). Batizado de Dó-Ré-MIS Mulheres na Música de MS, a iniciativa tem com objetivo difundir e valorizar a arte regional. No elenco estão nomes como , Beth e Betinha e Negabi.

O MIS, unidade da Fundação de Cultura de , em parceria com a UFMS decidiu dar continuidade a exposição já realizada no Museu e lançada em março. Com o fechamento do espaço físico devido a pandemia do coronavírus, foi elaborada uma proposta de ampliar a exposição para espaços digitais.

A Exposição Online Dó-Ré-MIS Mulheres na Música de MS também visa propor um diálogo entre as produções musicais e o desenvolvimento de experiências significativas em arte/cultura para todos os públicos, sendo permeada pelas músicas e minibiografias dessas cantoras e musicistas do cenário sul-mato-grossense.

Contando com mais de 60 artistas cadastradas, como as pioneiras Beth e Betinha, , Helena Meirelles, e as mais contemporâneas SoulRa, Negabi, Sampri, entre várias outras. Além de dialogar diretamente com as contas do Instagram e do Facebook, por onde serão propostas atividades vivenciais e novos conteúdos da exposição.

A ideia surgiu na disciplina de estágio do curso de Licenciatura em Artes Visuais (FAALC-UFMS), a partir da qual as acadêmicas Amanda Mamede e Maria Carolina Rodrigues, curadoras da exposição, realizaram a parceria com o Museu da Imagem e do Som de , no intuito de difundir, ampliar e repensar a exposição Dó-Ré-MIS Mulheres Cantoras de MS, que está suspensa por tempo indeterminado devido ao atual cenário da covid-19 e a necessidade do distanciamento social. Nesse contexto, configura-se a exposição online/virtual, na intenção de aproximar arte, e público apesar do momento em que vivemos.

“É extremamente importante pensar e viabilizar outros caminhos, para além do como espaço físico, considerando as adversidades encontradas por muitas escolas públicas, principalmente no que diz respeito à dificuldade do deslocamento desses alunos até os s. O ambiente online/virtual traz uma nova possibilidade de acesso a essas ações culturais”, contam as idealizadoras do projeto Amanda e Maria Carolina.

“O trabalho desenvolvido durante o estágio das acadêmicas é uma contribuição fundamental, não só no que se refere a pesquisa histórica no âmbito do , mas também na forma de difundir, agregando em uma plataforma tantos talentos femininos do nosso estado. Agradecemos muito pelo empenho e dedicação delas, e gostaríamos de dizer que com a plataforma aberta, esperamos receber mais Mulheres da Música de MS”, explica Marinete Pinheiro, coordenadora do MIS.

Artistas de MS estrelam exposição online do Museu de Imagem e do Som
Mais notícias