Woodstock 50 anos: Festival de MS resgata lema de “3 dias de paz & música”

O festival que completou meio século de realização este ano, continua inspirando a nova geração de jovens com a filosofia da paz e do amor.

 

“An Aquarian Exposition” – Cartaz icônico (reprodução)

Cinquenta anos e três meses se passaram desde a realização do Festival que mudaria o mundo. Voltando no tempo, lá pra 1969, acontecia nos Estados Unidos o Festival de Woodstock, evento que eternizou a era hippie, a liberdade sexual e a música como bandeira de paz e amor. Com apresentações musicais icônicas, esse grande acontecimento, ficou na memória de muitos sortudos que puderam vivenciar tudo isso in loco.

A história conta que mais de 400 mil jovens estiveram presentes no evento. Eles acamparam durante três dias, comendo, bebendo e dormindo ao ar livre. A união fez a força e grandes laços e histórias foram criados durante esses três dias, que ficaram conhecidos como “a maior manifestação de paz de todos os tempos”.

Coincidência ou não, exatos cinquenta anos e três meses separam o Festival de Woodstock do Dread Day, evento que acontece em Rio Verde, no feriado de Proclamação da República. O festival americano aconteceu entre os dias 15 e 17 de agosto de 1969 e o “pantaneiro”, acontecerá de 15 a 17 de novembro de 2019.

Peace and love. Woodstock, EUA 1969 (foto: reprodução)

Como novos hippies a proposta do Dread Day também é passar três dias de “paz & música”, desconectados da “Babilônia”, regados de muita arte, cultura, lazer e natureza. “Com missão de mensagem de paz e conscientização, este ano carregamos o tema de S.O.S Floresta, com o alto número de desmatamento na região das Sete Quedas, próximo ao sitio Passarim e em todo nosso País. Queremos mostrar meios sustentáveis e novas tecnologias de menor impacto ambiental, levaremos palestras abordando estes tema, dentro da “Rádio Verde”, sendo gravado e transmitindo ao vivo. Além disso, todos os participantes vão ganhar mudas do cerrado para plantarem e espalhar essa mensagem”, afirma a organização.

https://www.facebook.com/dreaddaycg/videos/432618800797205/

Música no meio do mato

Com uma programação musical imponente, com vertentes musicais que passeiam pelo raggae, hip hop, rock, trance, dub…  São esperadas apresentações de peso, com atrações de dentro e fora do MS. Confira quem irá participar: Marina Peralta & Banda, Patrik Sandim & Banda, Rockers Sound System, Amanajé (SP), Nazireu Rupestre (SP), Hall Fya Seletor, CanaRoots – Tribute Bob Marley, Tico DuBem, Italhêra, Casa Dub, Bolha, DubMistah, Anicca, Dj W.O.U.F, YRKenig (SC), Dj Chico, Dj Green e Tribo de Aruanda.

Durante todo festival, acontecerão intervenções artísticas, com foco no fomento da nossa cultura. Vai rolar capoeira, swing flag, tecido acrobático, malabares, nayambing, palhaçaria e pirofagia.

Destaques da programação:

 


Atividades & Oficinas

A programação do festival Dread Day está repleta de atividades para liberar a criatividade, obter novos conhecimentos, aprender técnicas artísticas diferentes, enfim, trabalhar o desenvolvimento pessoal de cada participante. Terão oficina de tecido acrobático, oficina de Tie Dye, oficina de Malabares, oficina de Ervas , oficina de Mandalas, oficina de Bio – Construção | Permacultura | Compostagem, oficina de Macramê & artesanatos, aula de Dance Hall (com Dj ao vivo), aula de capoeira, yoga, slackline e, no meio disso tudo, rio liberado para banho, trilhas, Morro da Lua, tattoo, camping, body paiting, dread makers Artesanatos, Espaço Holístico e muito mais!


Para outras informações, acesse as redes sociais do evento:

Instagram: @dreadday
Evento: https://www.facebook.com/profile.php?id=666949667049028&ref=br_rs

Mais notícias