Teatro, música e exposição marcam agenda cultural de Campo Grande deste final de semana

Projeto Vertentes é um dos destaques para quem curte arte

Samba, forró e rock no Sesc Morada dos Baís

O Sesc Morada dos Baís, tem apresentações de excelentes bandas musicais, em um prédio tombado pelo Patrimônio Histórico de Campo Grande, que abriga também exposições de arte. Local Cult com gastronomia regional e cerveja gelada.

Show com Juci Ibanez interpretando grandes canções do samba

Data: 17 de abril, quarta-feira
Horário: 20h
Local: Sesc Morada dos Baís – Avenida Noroeste, 5140 – Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Entrada gratuita

Dia 18 de abril, quinta-feira

Apresentação do Trio Zabumba Morena, de forró, com Mateus Yule, Maicon Oliveira e Luis Espinosa. Com repertório de amores e realidades nordestinas, em arranjos simples, a proposta do show é trazer ao cerrado o clima do Nordeste, com hinos que marcaram história.

No forró o que não falta é alegria, arrasta pé, forró e xote, triângulo, zabumba e sanfona.

Data: 18 de abril – quinta-feira
Horário: 20h
Local: Sesc Morada dos Baís – Avenida Noroeste, 5140 – Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Entrada gratuita

Jazz Baby

O bom e velho jazz vai tomar conta dessa sexta. O Trio, composto pela guitarra virtuosa de Gabriel Andrade, o groove poderoso do baixo de Gabriel Basso e a inconfundível e envolvente bateria de Adriel Santos, manda o seu recado. A musicalidade e o talento são regras para esses músicos e a criatividade para o improviso é infinita, nessa junção onde também o belo acontece e prevalece. E a noite especial conta ainda com o vocal de Leo Cavallini.

Data: 19 de abril – sexta-feira
Horário: 20h
Local: Bar Genuíno – Rua Aporé, 97 – Bairro Amambaí . Campo Grande – MS
Couvert artístico R$10

Teatro

Na próxima quinta-feira (18), o Teatro de Arena da Orla Morena recebe o espetáculo Os Corcundas, de Breno Moroni. Mesclando as linguagens do teatro e do circo, é retratada a história de amor dois corcundas, expondo por meio do humor, temas importantes das relações humanas.

Realizado pelo grupo de artes cênicas Circo do Mato, o espetáculo traz os atores circenses Luciana Kreutzer e Mauro Guimarães e já foi apresentado em vários festivais no Brasil, Colômbia, Bolívia e Argentina. A apresentação integra as ações do projeto Teatro a Campo Aberto, contemplado pelo Fomteatro da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Campo Grande.

O evento é gratuito e começará às 20h.

Exposição

LÍDIA BAÍS 119 ANOS

O Museu de Arte Contemporânea (Marco) sedia exposição, apresentação teatral, oficinas, roda de conversa e lançamento de livro em homenagem à Lídia Baís. A programação começa no dia 18 deabril, quinta-feira, às 19h, com a apresentação “Lídia Baís – Uma Mulher à Frente de seu Tempo”, e encerra-se no dia 28, com oficina de imersão com Kim Weiss, às 16h, roda de conversa com Fernanda Reis e Thais Martins, autoras de “Lídia Baís, Arte, Vida e Metamorfose” e “Memórias da Chuva”, respectivamente, e orquestra sinfônica, às 20h.

Data: 18 a 28 de abril
Horário da abertura: 19h
Local: Rua Antônio Maria Coelho, 6.000.

Rock

Sábado (20), a banda Tonho Sem Medo, que vem fazendo sucesso na cena do rock, entoando sucessos dos anos 50, 60 e 70. A banda traz versões próprias de sucessos de Creedence, Cream, ZZ Top, Lynyrd Skynyrd, Bad Company e Eric Clapton.

Data: 20 de abril – sábado
Horário: 20h
Local: Sesc Morada dos Baís – Avenida Noroeste, 5140 – Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Entrada gratuita

Projeto Vertentes

 

O projeto Vertentes foi criado pelo Coletivo Campo Grande Música em parceria com a Engepar e acontece uma vez ao mês na Casa de Ensaio reunindo sempre atrações de vários segmentos da música produzida na Capital. A primeira edição acontece no domingo (21), às 18h, apresentando a vertente folk com o Clube do Litoral Central, Maria Alice, ZeDu e Raphael Vital.

Folk na primeira edição

Clube do Litoral Central é formado por Guga Borba, Jerry Espíndola, Ju Souc, Leandro Perez, Renan Nonato, Rodrigo Sater e Rodrigo Teixeira, todos músicos com carreiras individuais e conhecidos do público, unidos num trabalho que alinha canções de suas trajetórias em formatos diferentes e traz em cada apresentação surpresas sonoras.

Maria Alice, a cantora cearense-sul-mato-grossense, agita e participa da cena musical local desde os anos 1990. Dona de uma voz grave e de um extremo bom gosto na escolha de seu repertório, suas interpretações agradam o público. Ela apresentará canções do seu espetáculo “Sertões”.

ZeDu, o “padrinho” do Coletivo, é cantor e compositor, além de apresentar o programa “Nossa Música é Assim”, uma referência sobre cultura do MS. Compositor de músicas conhecidas de nosso público, como “Dia e noite, noite e dia” e “Pequenos trechos”, bem executada nas rádios do Mato Grosso do Sul. Em sua apresentação no Vertentes fará um apanhado de sua trajetória musical num show intimista.

Raphael Vital é violeiro da nova geração que já apresenta técnica e boas influências regionais, mineiras e nordestinas. Vindo de Três Lagoas, Raphael vem trabalhando seu show “Vaqueiros urbanos” com músicas campestres e urbanas e apresentará suas canções no Vertentes.

Data: Domingo (21/04)
Horário: 18h
Local: Casa de Ensaio -Rua Visconde de Taunay, 203, esquina com a Avenida Afonso Pena, próximo a igreja Perpétuo Socorro
Praço: R$ 30; R$ 15 (estudantes)
Realização: Coletivo Campo Grande Música
Patrocínio: ENGEPAR

 

Mais notícias